Samu de Itapeva completa 5 anos e mantém o Samuzinho

 

Unidade de Saúde foi inaugurada no dia 14 de maio de 2012 para atendimentos de urgência e emergência – A Central Regional do Serviço de Atendimento Médico de Urgências (SAMU), da região de Itapeva foi inaugurada no dia 14 de maio de 2012. Além do município, a Unidade de Saúde oferece atendimento para as bases descentralizadas em Apiaí, Guapiara, Itararé e Itapirapuã Paulista. Para ter acesso ao serviço, os pacientes ligam de qualquer uma das cidades, para o número 192, em caso de urgências médicas.

Ao todo, quatro ambulâncias atendem a cidade de Itapeva, sendo unidades móveis básicas e avançadas. As básicas serão destinadas para ocorrências mais simples e contam com um técnico de enfermagem na unidade ou um enfermeiro quando necessário, além do motorista. Na unidade avançada, existe um médico e pode inclusive realizar pequenas cirurgias, caso sejam necessárias.

O SAMU 192 faz parte da Política Nacional de Urgências e Emergências, de 2003, e ajuda a organizar o atendimento na rede pública prestando socorro à população em casos de emergência.

Com o Samu 192, a Prefeitura de Itapeva, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, reduziu o tempo de internação de pacientes e as sequelas decorrentes da falta de socorro precoce. “Estamos trabalhando em várias frentes para melhorar os serviços públicos de saúde em Itapeva. E o Samu é de fundamental importância para a execução destes trabalhos”, diz a secretária municipal de Saúde, Maria Eliza Ferraresi.

O serviço funciona 24 horas por dia com equipes de profissionais de saúde, por meio de 7 médicos, 6 enfermeiros, 10 técnicos de enfermagem, 4 oficiais administrativos, 1 telefonista, 10 condutores de veículos de emergência e 1 auxiliar de limpeza.

Entre as atividades complementares, estão as palestras, os treinamentos e as edições do Samuzinho. Em parceria com a Secretaria de Educação, os alunos da Rede Municipal de Ensino participam de treinamentos, onde aprendem noções de primeiros socorros e também conceitos sobre a importância de nunca passar trotes ao Samu.

Segundo o coordenador administrativo do Samu, Emerson Camargo, a cada 24 horas, são registradas cerca de 31 ocorrências. Entre tantas situações, houve casos marcantes no intuito de salvar vidas. “Um atleta de final de semana teve uma parada cardiorrespiratória numa partida de futebol e um médico da nossa equipe conseguiu reverter o caso, salvando a pessoa. Também uma criança desengasgou o irmão, por meio das técnicas que aprendeu no Samuzinho. É muito gratificante para todos nós”, destaca Emerson Camargo.

Ele agradece ao apoio estrutural que a Prefeitura Municipal de Itapeva oferece ao Samu. “O excelente trabalho realizado deve-se à união de nossa equipe e também às condições oferecidas pelo Poder Executivo, por meio dos equipamentos necessários para atendimento e a estrutura organizacional”, define. (Da Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Itapeva)

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Obrigatório preenchimento do campo *

*