No destaque a jovem índia Gisele da Silva

Semana do Índio: 8ª Festa da Aldeia Tekoa Porã vai até domingo (23)

 

Por Gisele da Silva – Nesta quarta-feira (19/04), Dia do Índio, teve a abertura da 8ª Festa da Aldeia Tekoa Porã, que irá até o dia 23(domingo). A cerimônia teve início com o hasteamento das bandeiras, com a presença de autoridades como o prefeito Cachetão, o vice-prefeito Douglas, integrantes da Diretoria Regional de Ensino de Itararé, Rosângela, Fátima, supervisor Guilherme, sargento Tobias, e também com as presenças de alunos, professores e diretorias das escolas de Itaporanga e das de municípios desta região.

Giseli informou também que ela e seu pai estiveram trabalhando ontem em Avaré, num projeto cultural que a Aldeia tem com o Hotel Ibiquá Hotel Fazenda e Eco Resort 

Depois da galeria de fotos deste ano, veja reportagem do ItapoNews sobre o Dia do Índio em 2016.

Entenda por que 19 de abril foi escolhido Dia do Índio

Renato Lima – Dezenove de abril, Dia do Índio. A data traz para discussão a realidade indígena no país, questões como a demarcação de terras, saúde e educação, além da reflexão sobre os valores e a preservação cultural.

Mas você sabe por que o Dia do Índio é comemorado nesta data?

A ideia surgiu durante um Congresso Indigenista Interamericano, realizado no México, em 1940. A princípio, as lideranças indígenas questionaram a realização do evento.

Elas temiam que as reivindicações não fossem atendidas pelos homens brancos. Então, para instrumentalizar a luta por direitos foi criado o Instituto Indigenista Interamericano.

Alguns países aderiram de imediato ao instituto, inclusive o Brasil. Três anos depois, o então presidente Getúlio Vargas assinou o decreto lei que criava o Dia do Índio.

O Brasil é um dos países com maior diversidade sociocultural do planeta. De acordo com pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), há cerca de 900 mil índios que se dividem entre 305 etnias e falam ao menos 274 línguas.

A maioria, cerca de 37,4%, está na Região Norte. O Nordeste abriga 25,5%; o Centro Oeste 16%; o Sudeste 12% e a Região Sul, 9,2%.

Entre 2000 e 2010, caiu o percentual de indígenas que moram em áreas urbanas, movimento contrário ao do restante da população nacional.
Hoje, cinquenta e sete vírgula sete por cento dos índios brasileiros vivem em terras indígenas – http://radioagencianacional.ebc.com.br

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Obrigatório preenchimento do campo *

*