Sobre melhorias para evitar acidentes, DER informa que trecho da SP-281, do trevo de Riversul até a cidade de Barão de Antonina foi privatizado

 

Na sexta-feira (19), tendo em vistas os vários acidentes ao longo do tempo em três pontos da SP-281, trecho urbano margeando Itaporanga, o ItapoNews questionou a Secretaria Estadual de Logística e Transportes, a quem o DER está subordinado, para saber se haveria alguma previsão de implantação de melhorias como a mudança do formato do trevo para Barão (final da Avenida Santa Cruz) para o formato de rotatória, e como muitos motoristas não obedecem as sinalizações com limites de velocidades, a implantação de radares nas proximidades dos bairros Lavapés, IAFAM, CDHU, até o Bairro Jardim Bela Vista., entrada para o Bairro Prainha.

Sobre isso, em nota o órgão destacou que “o Departamento de Estradas de Rodagem (DER) informa que este trecho da SP-281, entre o km 43,3 e o km 70,8, está inserido no Programa Estadual de Concessões. Com isso, intervenções para melhorias da pista deverão ser executadas pela empresa concessionária que administrará a rodovia. Atualmente, o DER realiza serviços de conservação e manutenção da rodovia.

Vale ressaltar que a maioria dos acidentes rodoviários ocorre em função da imprudência de motoristas e usuários, no desrespeito às leis de transito e ao limite de velocidade estabelecido”.

O Km 43,3 da SP-281 é na Estrada Itaporanga a Itararé, exatamente no trevo de acesso a Riversul. E o Km 70, 8 é o final da Avenida Brasília (cemitério), em Barão de Antonina, até a saída para Salto do Itararé-PR.

O Lote Rodovias dos Calçados – Itaporanga a Franca – tem 720 quilômetros que abrangem trechos de dez rodovias: SP-255, SP-249, SP-257, SP-281, SP-304, SP-318, SP-328, SP-330, SP-334 e SP-345. Atravessam 35 municípios das regiões de Bauru, Franca, Itapeva, Ribeirão Preto, Sorocaba e Central.

Dentro do Programa Estadual de Concessões de Rodovias, no dia 25 de abril passado, foi feito leilão desse lote acima e a vencedora foi o Grupo Arteris. A formalização, ou seja, o contrato entre o estado e a concessionária ficou previsto para ser assinado até o final deste semestre.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Obrigatório preenchimento do campo *

*