Agradecimentos da família: Dormindo feito um anjo, embarcou de vez em seus sonhos…

 

Suas vontades eram infinitas, seus planos, mirabolantes. Estava sempre preocupado com o futuro próximo das galáxias, do mundo, do país e do indivíduo. Vislumbrava o amanhã antes do alvorecer. O “ser” e o “fazer”, sim, o “ter”, não tinha sentido. Assim, o “seu” foi sempre de todos e nada levou consigo. Foi leve e solto…

Para ele, nunca existiu o certo, nem o errado, mas o jeito dele. Bordas, fronteiras e limites não pertenciam ao seu vocabulário. O menino dentro dele estava sempre à frente comandando as ousadias imaginadas. Seu coração era puro, sem iniquidades e jamais seguiu regras. Dois mais dois era igual ao que ele queria, menos quatro.

Viveu intensamente à sua maneira, ainda que a vida tenha lhe mostrado os limites e a fugacidade nas devidas proporções, ao longo do tempo, provando o sabor doce e amargo.

Foi um poeta do campo que se transformou em luz, em um verdadeiro jardim que semeia sonhos.

Vá em paz, querido pai, sogro, marido e avô. Mais cedo ou mais tarde nos encontraremos, quem sabe, em seu castelo mágico que deve estar edificando. Agradecemos todo o seu amor, afeto, carinho e o legado que nos deixou. Te amamos muito.

A Família Yamamoto agradece ao Itaponews e a todos pelas homenagens dedicadas a Mamoru Yamamoto.

Corpo de Mamoru Yamamoto será cremado neste domingo (05) em SP 

Morre Mamoru Yamamoto “O Caçador de Sonhos” aos 83 anos 

Compartilhar

Notícias relacionadas