Agricultura lança campanha para estimular produção caseira

Mudas estarão disponíveis em 22 unidades da Secretaria com preços a partir de R$ 2 . "Tenha mais frutas no seu quintal" é o tema da nova campanha da Secretaria de Agricultura e Abastecimento, por meio do Departamento de Sementes, Mudas e Matrizes, ligado à Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (DSMM/Cati). A ideia é aumentar a oferta de frutas à população pelo plantio de mudas frutíferas em áreas urbanas ou rurais.

As mudas são produzidas em unidades especializadas do DSMM e estarão disponíveis em 22 unidades, em todo o Estado, com preços a partir de R$ 2. "O objetivo é oferecer mudas com qualidades genética e sanitária comprovadas aos agricultores paulistas e às populações urbanas para que possam ter três ou quatro fruteiras no quintal," afirma o engenheiro agrônomo e diretor do departamento, Armando Azevedo Portas.

O engenheiro agrônomo e diretor do Núcleo de Produção de Mudas de Tietê, Victor Branco de Araújo, explica que, para empreender a campanha, o DSMM investiu recursos próprios na ampliação e reforma dos viveiros de mudas, adequando-os às mais modernas exigências técnicas e sanitárias. "O objetivo é dar segurança e credibilidade, além de permitir a rastreabilidade do que está sendo adquirido," observa.

Moradores de cidades de porte médio, como Araçatuba, Avaré, São José do Rio Preto, Presidente Prudente, Ribeirão Preto e Marília já se acostumaram a procurar os postos de sementes ou de mudas do DSMM. É o caso de Antonio Ângelo Ciocca, proprietário do sítio Jandaia da Peroba, em Ocauçu. "De vez em quando venho comprar umas ‘mudinhas’ com o pessoal da Cati em Bauru, para acrescentar no pomar e, com isso, tenho frutas o ano todo", declara.

Os interessados podem não só adquirir as mudas em estoque, como encomendar outras em fase de produção. Eventualmente, podem até ser solicitadas mudas que o DSMM ainda não produz. "Para isso, temos um modelo de contrato que garante a entrega futura", informa o engenheiro agrônomo e diretor do Núcleo de Produção de Mudas de Itaberá, Emmanuel Moraes.

Além das frutíferas comerciais como caqui, bananas, lichia, figo, ameixa, pêssego, uva, atemoia e castanha portuguesa, estarão à venda as frutíferas silvestres que se prestam para consumo in natura, sucos ou compotas, tais como abio, amora, cabeludinha, jambo, seriguela, tamarindo, cambuci e outras que, além de alimento para humanos, servem para atrair pássaros.

Nos 22 postos de atendimento há agrônomos e auxiliares que podem dar noções sobre as escolha das espécies e das variedades, além de um folder com explicações e dicas sobre como plantar e conduzir um pomar, receitas de sucos, geléias e doces de frutas. Caso o interessado queira informações complementares, pode recorrer à publicação Pomar Doméstico, editada pela Cati e que pode ser encomendada pelo e-mail [email protected].

O DSMM produz e comercializa, ainda, mudas florestais de espécies nativas da Mata Atlântica, como ipê, araucária, angico, jacarandá, marica e pau-ferro. Mais informações podem ser obtidas no site www.cati.sp.gov.br/dsmm e pelos telefones (19) 3743-3831/3832 ou 0300-010510. Da Secretaria de Agricultura e Abastecimento

 

Compartilhar

Notícias relacionadas