Alckmin entrega 158 moradias da CDHU em São Vicente e reabre plataforma de pesca em Mongaguá

O governador Geraldo Alckmin entregou nesta sexta-feira, 27, mais 158 moradias para famílias da comunidade México 70, em São Vicente. O evento aconteceu no conjunto São Vicente I2, na Rua Jequié, esquina com a Rua Piaçabu, paralela à Ferrovia (ramal Santos/Juquiá), Jardim Samaritá. O secretário da Habitação, Silvio Torres, também participou da entrega de chaves. "Nós estamos entregando 122 casas aqui no …

Samaritá e 36 apartamentos no México 70, 158 unidades novinhas, com dois quartos, piso cerâmico, forro, todas terão energia solar, o que reduz o preço da conta de luz e ambientalmente também é melhor", afirmou o governador. 


As famílias que receberam as chaves dos imóveis já foram removidas da México 70 e estão recebendo auxílio-moradia. Elas irão residir em imóveis que foram construídos em dois empreendimentos com recursos da ordem de R$ 11 milhões. 

Um dos conjuntos é o São Vicente I2. Ele tem 122 casas de dois e três dormitórios, sala, cozinha, banheiro e área construída de 48,89 m² e 59,97 m². O condomínio é pavimentado e possui um centro de lazer com quadra poliesportiva. Já o Conjunto São Vicente F5 foi edificado na própria comunidade México 70 e possui 36 apartamentos de dois dormitórios e 52,40 m² de área construída. A área condominial é cercada e conta com playground. 

Todos os imóveis receberam melhorias do novo padrão de construção da CDHU como pé-direito ampliado de 2,4 m para 2,6 m, piso cerâmico em todos os cômodos, azulejos na cozinha e banheiros. As casas têm muro divisório entre os lotes e sistema de aquecimento solar. 

O prazo para quitar o financiamento é de até 25 anos. As prestações têm subsídio do Governo estadual, sendo calculadas de acordo com a renda das famílias beneficiadas. Aquelas que ganham até três salários mínimos vão desembolsar 15% dos rendimentos. Das famílias que estão recebendo as chaves dos imóveis, 98% estão nessa faixa. O valor da menor prestação é de R$ 81,75. 

Programa México 70 

O Programa de Urbanização Integrada e Recuperação Ambiental da Comunidade México 70 é desenvolvido pelo Governo do Estado desde 1995, por meio da CDHU, em parceria com a Prefeitura de São Vicente. A área com cerca de 50 hectares começou a ser ocupada na década de 70, caracterizando-se por moradias construídas em terrenos alagadiços, em condições extremamente precárias. 

O projeto de intervenção contempla a construção de novas unidades habitacionais pela Companhia, pavimentação e calçamento de vias e implantação de completa infraestrutura urbana, com redes de água e esgoto, sistema de drenagem, paisagismo, construção de equipamentos sociais e regularização fundiária. 

Desde o início do processo de urbanização foram entregues 1.243 unidades habitacionais, sendo 987 no próprio local e 256 em empreendimentos na região. Outras 786 famílias foram atendidas por meio da urbanização de lotes.


Alckmin reabre plataforma de pesca e inaugura clube turístico em Mongaguá 
Plataforma é a maior da América Latina e um dos principais pontos turísticos da cidade – A maior plataforma de pesca da América Latina foi reaberta em Mongaguá nesta sexta-feira, 27. Entregue pelo governador Geraldo Alckmin, a obra já recebeu cerca de R$ 8,2 milhões do Estado entre verbas da Secretaria de Planejamento e do Dade (Departamento de Apoio ao Desenvolvimento das Estâncias). 

“Esta é maior plataforma marítima de pesca amadora da América Latina. É o mais importante ponto turístico de Mongaguá. Então, depois de muitos anos fechada, reabrir hoje a plataforma é uma grande conquista para a cidade e para a região, e ela vai funcionar 24 horas por dia”, afirmou o governador Alckmin. 

O equipamento é um dos principais pontos turísticos da cidade, com 400 metros em direção ao mar e dois braços de 86 metros que formam um grande "T". Inaugurada em 1979, a plataforma teve parte de sua estrutura derrubada durante uma ressaca, em 2001. Em 2003, a prefeitura realizou convênio com o Dade para a primeira reforma do local, com recursos na ordem de R$ 2,6 milhões. 

Em 2010, a Secretaria de Planejamento do Estado de São Paulo liberou R$ 1,5 milhão para que a obra fosse finalizada, sendo elaborado na ocasião um laudo técnico sobre as condições estruturais do local. 

Agora, a plataforma vai ficar aberta 24h por dia, com lâmpadas de vapor de sódio que são mais eficientes em dias de nevoeiro e que favorecem a pesca noturna. Para acesso ao local, são cobrados R$ 5. 

Clube da Melhor Idade 

Ainda em Mongaguá, o governador Alckmin inaugurou o Clube Turístico da Melhor Idade, construído com verba de R$ 1,7 milhão do Dade para 2009. Trata-se de um complexo de lazer de 1500 metros quadrados com quadra e arquibancada, sala de jogos, quatro salas multiuso, sala de medicação, refeitório, cozinha e área aberta para churrasqueira. O prédio conta também com espaço reservado para a futura construção de uma piscina. 

"É importante que as prefeituras tenham essa percepção da importância de se investir em atividades turísticas especialmente voltadas ao idoso", disse o Secretário de Turismo, Márcio França. Segundo ele, agora que existe uma secretaria de estado completamente voltada ao turismo, esse setor da economia passará a receber mais atenção e investimentos. 

Dade 

Em Mongaguá, cerca de R$ 1,1 milhão da verba do Dade para 2009 foi direcionada para o Espaço Turístico da Juventude. Segundo Ricardo dos Santos, Diretor de Planejamento da prefeitura, esse projeto está em desenvolvimento e será finalizado com novos recursos do Dade (2010) no valor de R$ 1,1 milhão. 

O secretário Márcio França também informou que os objetos para a verba do Dade de 2011 para Mongaguá já foram aprovados. Com um investimento de aproximadamente R$ 3,1 milhões do Governo do Estado, serão reurbanizadas a Avenida Nossa Senhora de Fátima, a Avenida Marina e a R. Hermenegildo Barbosa.
 

 
 
Compartilhar

Notícias relacionadas