Alckmin entrega mais 160 apartamentos em Itaquaquecetuba

Mais 160 apartamentos construídos pela Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU) foram entregues neste domingo (29) em Itaquaquecetuba. O governador Geraldo Alckmin e o secretário estadual da Habitação, Silvio Torres, participaram da entrega das chaves dos imóveis. A CDHU investiu R$ 6,6 milhões no empreendimento.

 
Com 54,3 m² de área construída, os apartamentos têm dois dormitórios, sala, cozinha, banheiro e área de serviço. O condomínio é composto de oito prédios e possui centro de apoio comunitário e dois playgrounds.

O conjunto é resultado de uma parceria entre a CDHU e o Movimento por Moradia de Itaquaquecetuba. O projeto, a infraestrutura e as estruturas pré-moldadas foram executados pela CDHU, que também repassou os recursos para a entidade conveniada tocar as obras de edificação e supervisionou os trabalhos. A associação foi responsável pela indicação das famílias e pela administração das obras, que foram realizadas em regime de mutirão.

Os novos mutuários terão prazo de até 25 anos para quitar o financiamento do imóvel. As prestações têm subsídio do governo estadual e serão calculadas de acordo com a renda de cada família. Quem ganha até três salários mínimos vai desembolsar 15% dos rendimentos. Do total de famílias que receberão as chaves no domingo, 95% estão nessa faixa. O valor da menor prestação é R$ 81,75.

O governador Geraldo Alckmin celebrou a conquista dos moradores. "É um dos poucos programas do Brasil no qual quem ganha um salário mínimo pode ter acesso à casa própria. É um programa voltado à população de menor renda", comentou.

Além desse conjunto, a CDHU entregou 5.062 moradias em Itaquaquecetuba. Outras 580 unidades estão em construção, com recursos da ordem de R$ 39,6 milhões. Os programas da CDHU são destinados a famílias com renda entre um e dez salários mínimos, sendo priorizado o atendimento para aquelas que ganham até três salários. Outros requisitos para participar do programa são: morar ou trabalhar no município há pelo menos três anos, não ser proprietário de imóvel e não ter financiamento habitacional.

Projeto Tietê 3

Na ocasião, o governador Geraldo Alckmin também lançou as obras da terceira etapa do Projeto Tietê em Itaquaquecetuba e assinou a autorização para os trabalhos em Poá e Suzano. As atividades começam neste mês e vão até dezembro de 2015. Elas têm como objetivo melhorar o nível de atendimento de coleta e tratamento de esgotos na região, trazendo melhoria na qualidade de vida da população.

"Itaquauecetuba cresceu muito depressa. Antes pertencia a Mogi das Cruzes, hoje é um dos maiores municípios brasileiros e o que receberá mais investimento da Sabesp, cerca de R$ 300 milhões. De quase zero, a cidade passará a ter mais de 60% de esgoto tratado. Um passo bastante importante em saneamento básico", disse o governador.

Em Itaquá, serão implantados 68,9 quilômetros de coletores tronco e interceptores de esgotos, 64,8 km de redes coletoras e duas Estações de Tratamento Compactas. Suzano vai receber 14,6 km de coletores tronco e interceptores de esgotos, enquanto Poá terá 6,4 km de coletores tronco e interceptores de esgotos.
 

 

Compartilhar

Notícias relacionadas