Alimento: D. Mauro Moreli faz palestra na Câmara de Botucatu

Foto 3Cerca de 50 pessoas acompanharam a palestra conduzida pelo vereador Dr. Bittar (PCdoB) e Dom Mauro Moreli, na noite de quinta-feira (20), na Câmara Municipal de Botucatu. O evento integra a programação da Semana Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional. A palestra, “Resíduos de agrotóxicos e seus efeitos na Saúde humana”, teve por objetivo alertar para a necessidade de mudança de perspectiva em

relação ao modelo de produção e distribuição de alimentos à sociedade mundial.

Foto 1Foto 2Foto

Durante a palestra, o vereador Dr. Bittar salientou os danos ocasionados, no médio e longo prazos, pela utilização massiva de agrotóxicos, ou defensivos agrícolas, à saúde humana.

Outra questão trabalhada pelo parlamentar botucatuense ao longo da palestra foi o prejuízo causado ao Meio Ambiente decorrente do modelo atual de produção agropecuária, que não levaria em consideração a degradação dos recursos naturais.

Já Dom Mauro Moreli apresentou uma visão sociológica acerca da questão da miséria e da fome. Para isso, o palestrante se mostrou crítico em relação à distribuição má de renda e dos alimentos produzidos no mundo. Entretanto, o foco estava na realidade brasileira.

Entre as questões debatidas por Dom Mauro Moreli estava a necessidade de ampliação dos programas de erradicação da pobreza e da fome, com ênfase na importância da escola no combate às condições de subnutrição de crianças e adolescentes.

Na avaliação do vereador Dr. Bittar (PCdoB), o evento atingiu as expectativas. “Tínhamos por objetivo atingir setores interessados no debate, de modo que as ideias de sustentabilidade e justiça social possam ser replicados aos demais núcleos da sociedade”, finaliza.

A Semana Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional é promovida pela Prefeitura de Botucatu, em parceria com o Instituto de Biociências de Botucatu (IBB-Unesp), Rede de Defesa e Promoção da Alimentação Saudável, Adequada e Solidária (Rede Sans), Conselho Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional (Cosan) e Instituto Harpia Harpyia. (Da Assessoria de Imprensa/Câmara Municipal de Botucatu – Foto: André Luís Lourenço/CMB)

Compartilhar

Notícias relacionadas