Alunos do Projeto Rondon voltam a Itapeva

Projeto Rondon no Quilombo Jaó em Itapeva-SPOs alunos participantes do Projeto Rondon estiveram mais uma vez em Itapeva, no mês de julho. Em visita anterior ao Quilombo do Jaó, o grupo fez o levantamento da comunidade, junto à Unidade Básica de Saúde. Foi observada na ocasião a possível existência de alguma doença genética entre os moradores, comum em quilombos.

Por conta disso, três projetos foram implantados, sendo o Aconselhamento Genético e Redes Sociais (roda de cultura com a comunidade), o Sorrir é Viver – Odontologia na Escola e o Galera Cidadã.

De acordo com o secretário municipal da Saúde, Marco André d’Oliveira, o projeto vem integrar ainda mais a zona rural ao município, dando qualidade de vida ao homem do campo. “O objetivo do Projeto Rondon é inserir políticas públicas no município, de acordo com a pesquisa realizada por eles na última visita a Itapeva. O grupo tem condições de identificar os problemas do município, e principalmente da zona rural, e nos apontar as maiores necessidades”, conta.

Será inserido ainda o levantamento das redes sociais, com a finalidade de conhecimento e registro dos recursos do Quilombo e da cidade de Itapeva, além dos modos como os moradores remanescentes se relacionam com estes. Pelo instrumental Ecomapa, utilizado no levantamento, refere o prof. Ricardo Correia, chefe da expedição, serão registradas  os tipos de famílias e as principais demandas  relacionadas  a rede social – educação, saúde, cultura, lazer e esportes , entre outros.  Após estudos, que serão realizados na Universidade, o município receberá o Ecomapa, com os relatórios das análises feitas.

O Projeto Rondon é uma iniciativa do Governo Federal e é trazido ao município em parceria com a Prefeitura de Itapeva, através da Secretaria Municipal da Saúde. Seu maior objetivo é a integração social, envolvendo a participação voluntária de estudantes universitários na busca de soluções que contribuam para o desenvolvimento sustentável de comunidades carentes e ampliem o bem-estar da população. Dentre os principais objetivos está o de possibilitar os universitários o conhecimento prático das diferentes realidades nacionais e envolvê-los no processo de desenvolvimento do País, fortalecer a cidadania por meio da participação dos universitários na solução dos problemas das comunidades carentes e da conscientização dos mesmos a respeito da problemática política e atuar como agente difusor de novas tecnologias e métodos de gestão e na execução de programas de sustentabilidade ambiental e de responsabilidade social. (Da Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Itapeva-SP)

Compartilhar

Notícias relacionadas