Angra Doce: prefeitos e secretários discutem preservação das nascentes

 

Na tarde da última quarta-feira (13/09), no gabinete do dep. federal Capitão Augusto aconteceu uma importante reunião com a ONG Angra Doce, que pretende levantar todas as nascentes das cidades paulistas integrantes do projeto.

Na reunião estiveram presentes, a prefeita Maria Neres de Barão de Antonina, o prefeito Tinho Bortoti de Fartura, secretários, assessores, e chefes de gabinetes. Embora o encontro, nesta oportunidade tivesse a presença de dois prefeitos, esse grupo é formado por representantes das prefeituras, indicados pelos prefeitos para participarem de forma mais próxima das atividades, que devem se avolumar conforme o projeto Angra Doce vai ganhando corpo na região.

O projeto Angra Doce compreende o reservatório da Usina Hidrelétrica de Chavantes e seu entorno, nos Estados do Paraná e São Paulo, considerado com Área Especial de Interesse Turístico e abrangem os municípios de Ribeirão Claro, Carlópolis, Siqueira Campos, Jacarezinho e Salto do Itararé no Paraná; Chavantes, Ourinhos, Canitar, Ipaussu, Timburi, Piraju, Fartura, Bernardino de Campos, Itaporanga e Barão de Antonina no estado de São Paulo.

A bióloga paranaense Carine Gonçalves, que assina o projeto, apresentou a linha que a ONG Angra Doce pretende seguir e apresentou a todos os municípios um questionário para levantamento de dados sobre as nascentes, para prévio preenchimento.

Durante a reunião, direto de Brasília, o dep. federal Capitão Augusto cumprimentou a todos por celular viva-voz e reforçou a sua tese de que o Turismo pode ser a redenção econômica para impulsionar a geração de emprego e renda na região.

Compartilhar

Notícias relacionadas