Avaré: FAMPOPINHA terá 13 apresentações nesta sexta

A Fampopinha, porta de entrada para o maior festival de música do país, a FAMPOP – Feira Avareense de Música Popular, que ao longo de sua existência revelou grandes nomes, como Jorge Vercillo, Chico César, Lenine, Zeca Baleeiro e outros para a música brasileira, terá nesta sexta-feira, 15, mais

 treze apresentações pela eliminatória avareense, que conta com músicos locais e de municípios da região. 

A eliminatória avareense é uma porta de entrada para os músicos de Avaré e região participarem do maior e melhor festival de música do país, a FAMPOP – Feira Avareense de Música Popular -, festival que revelou nomes como Jorge Vercillo, Chico César, Lenine, Zeca Baleiro, entre outros.

Na noite de quinta-feira, no anfiteatro da Fundação Regional Educacional de Avaré – FREA -, aconteceram as apresentações de 11 canções. Seriam 12, mas a apresentação da música “Tava Andando Pela Vida”, de Alexandre Stehling, com interpretação de Yasmim, Alexandre e Welby Stehling, ficou para a noite de sexta-feira. Destaque para o desempenho da banda Fratura Exposta, ícone do rock avareense, que interpretou a música “Doce Amargura”. O vocalista Alex Sandro Jerônimo disse que ali no palco estavam alguns dos integrantes que foram embriões da banda, provando “que sonhos não envelhecem”.

Na noite desta sexta-feira,15 haverá treze apresentações. Amanhã, sábado(16) mais dez músicas da região sobem ao palco. São elas: “Opostos”, de Gustavo Papin, intérprete Gustavo Papin, Cerqueira César; “Madeira”, de Bitenka, intérprete Bitenka, Bauru; “Pelo Horizonte”, de Giovanni Tartaglia e Marcelo Ribeiro, intérprete Giovanni Tartaglia, Arandu; “Jardins de Viviane”, de Bitenka, intérprete Bitenka, Bauru; “Esquinas da Vida”, de Mauro Moreira, intérprete Mauro Moreira, Botucatu; “Perfeita você para mim”, de Diogo Silvério, intérprete Banda Loovox, Arandu; “Eu Carpi o meu Quintal”, de Mael Maranhão, intérpretes Kleber Godoy e Flávio Mantovani, Piraju; “Ela é Pensamento”, de Paulo César Stehling Filho, intérprete Chico Santana, Arandu; “Prato Vazio”, de Lucas Monteiro de Barros Ferreira, intérprete Banda Velho Hábito, Piraju; “Além de Ícaro”, de Daniel Bassetto Vasques, intérpretes Aléssio Di Pascucci e Dael Vasques, Botucatu.
 
 
 
 
 
Compartilhar

Notícias relacionadas