Banco do Povo de Itaporanga retoma atividades

 

O prefeito Vilson Aparecido Rodrigues “Cachetão” anunciou na manhã desta quinta-feira (09) a retomada das atividades do Banco do Povo Paulista, da unidade de Itaporanga, que funciona no prédio da Prefeitura e tem como coordenador o servidor municipal Roberto Carlos Lúcio.

O Banco do Povo Paulista (BPP) é o programa de microcrédito produtivo desenvolvido pelo Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho, em parceria com as prefeituras, conforme disposições previstas na Lei Estadual nº 9.533, de 30 de abril de 1997 e no Decreto Estadual nº 43.283, de 3 de julho de 1998.

O objetivo do programa é oferecer financiamentos para empreendedores formais ou informais, associações e cooperativas produtivas ou de trabalho, para capital de giro e investimento fixo. Com isso, pretende-se promover o desenvolvimento socioeconômico e a criação de oportunidades. A taxa de juros é de apenas 0,35% ao mês, pré-fixados.

Investimento Fixo sem alienação fiduciária:

Animais em geral para tração, recria, produção de leite, ovos, mel; aplicativos de informática; bens de informática; bicicletas; equipamentos em geral; equipamentos para agricultura; equipamentos para veículos; estrutura física (ar condicionado, alarme, estrutura metálica ou de madeira, estufa, fechamento de área, armações pré-fabricadas, toldos, fachadas); ferramentas de trabalho; materiais para pesca profissional; mercadorias para locação; veículos aquáticos.

Investimento Fixo com alienação fiduciária

Utilitários; caminhonetas; caminhões; motocicletas; e ciclomotores.

Capital de Giro

Animais em geral para comercialização, cria, engorda ou pesque-pague; documentação para abertura ou regularização da empresa; manutenção de estoque necessário ao ciclo operacional do empreendimento, inclusive água e gás; matérias-primas e mercadorias em geral para comercialização; pneus (novos, remoldados ou recauchutados); preparação de solo, terraplanagem, mão de obra para o ciclo produtivo agrícola; publicidade e divulgação do empreendimento; sementes, fertilizantes, insumos, ração, sêmen, embriões, medicamentos, vacinas (utilizados na agricultura e pecuária); vasilhames (botijões de gás, galões de água, caixas plásticas, garrafas de bebidas, extintores de incêndio).

Compartilhar

Notícias relacionadas