Barão de Antonina chega a 2012 com visual bonito e muitas conquistas

OLYMPUS DIGITAL CAMERA         Com 3.147 habitantes, o município de Barão de Antonina-SP, que tem 47 anos e área territorial de 153,141 km2, chega a 2012 contabilizando – apesar de um orçamento público municipal pequeno – muitas conquistas, que deram um visual bonito à cidade, e uma melhoria na qualidade de vida da população nestes 7 últimos anos. De uma confecção saltou para 12 e na Educação, na avaliação do Ideb pontuou 6.4

superando muitos municípios e até mesmo a meta fixada pelo MEC de 6.0 para todas as escolas brasileiras até 2021.

Para chegar a isso, nesse período o prefeito Francisco Neres de Meira(PSDB) empregou um jeito racional e dinâmico de gerenciar seu município, com bom uso do dinheiro público, baseado em economia de gastos. “Se é uma construção ou reforma de prédio, ou ainda uma pavimentação de rua com asfalto, fazemos as cotações e nós mesmos, com a compra de materiais e mão-de-obra própria  executamos essas obras. No caso de ruas da periferia e os novos bairros, e também na zona rural os  bairros Serra dos Paes, Parte Norte, Corredeira e Samambaial,   optamos pelo calçamento de lajotas, pois a diferença de preço dá para pagar trabalhadores e com isso gerar empregos e renda no município”, explica Chico Neres.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA         OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Calçamento com lajotas em ruas do Samambaial

Avenida Brasília será totalmente recapeada. Segundo o prefeito, o governador Geraldo Alckmin garantiu isso pessoalmente a ele e já anunciou a liberação de cerca de R$ 1 milhão para pavimentação dessa via principal. “Essa obra terá início nos próximos dias, e  essa terá de ser feita por empresa especializada, porque trata-se de uma obra que deverá ser adequada para suportar o trânsito pesado de caminhões que passam por ela para escoamento de produção agrícola do Município e para outros como ônibus e caminhões que a usam para ir e vir do Estado do Paraná”, justifica.

Controla tudo – Dedicando muito trabalho e com poucos encarregados, apenas os dos setores de Saúde, Educação, Agricultura, Engenharia, Tesouraria e Contabilidade e Licitações, Chico Neres é o primeiro a chegar e o último a sair.  Segundo alguns barãoenses, às 7h, como faz todos os dias, exceto quando precisa se ausentar do município a trabalho deste, ele é visto no pátio, distribuindo pessoalmente os serviços aos funcionários. A administração é enxuta, com cerca de 200 servidores.
Nova creche escola

OLYMPUS DIGITAL CAMERA         OLYMPUS DIGITAL CAMERA         Quando não está em qualquer repartição da prefeitura conversando sobre trabalho e despachando em qualquer lugar, mesmo sob sol forte, frio ou chuva é normal ver o prefeito barãoense nas obras, acompanhando tudo de perto.
Na semana passada o Itaponews viu Chico Neres acompanhando os trabalhadores na obra da nova e ampla creche do governo federal, na Avenida Brasília, saída para Salto do Itararé-PR. “A empreiteira desistiu e para que essa construção não parasse e se deteriorasse como muitas no Brasil, comunicamos isso à Justiça e ao Tribunal de Contas e assumimos a finalização com recursos e mão-de-obra próprios. Vamos ser um dos primeiros a inaugurar esse benefício que veio do governo federal, através de programa do Ministério da Educação”, contou, informando ainda que em breve iniciará a construção de mais uma creche escola, do governo estadual, através da Secretaria de Desenvolvimento Social.

Vai em busca  – Mesmo sobrecarregado de trabalho na sede do município e nos bairros rurais, Chico Neres, que tem hábitos simples e fala pouco ainda encontra tempo para correr atrás de mais benefícios para o município. Viaja e mantém contatos frequentes com deputados federais e estaduais e com as secretarias de estado, e empresas do setor privado. Quando assumiu em 2005, o município tinha uma só confecção e hoje, com apoio municipal já conta com 12 fábricas de artigos de vestuários. “Juntas elas estão gerando várias centenas de empregos. Para isso, articulamos a vinda de cursos de costura industrial, do Senai. Mas não foram suficientes porque a demanda está sendo maior, ou seja, as confecções estão precisando de mais funcionários e por isso já providenciamos mais um curso que também deverá ser iniciado em breve”, ressaltou.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA         OLYMPUS DIGITAL CAMERA         OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Conjuntos habitacionais FNHIS e novo CDHU

Habitação – Com o crescimento, o município precisou de moradias e Chico Neres conseguiu 129. Foram 50 casas da CDHU, 45 do FNHIS – Fundo Nacional de Habitação de Interesse Social, pela qual o beneficiário não precisa pagar prestações e durante a construção contribuiu com dois dias de trabalho, 6 casas no Serra dos Paes e 3 no Samambaial. Atualmente, no Bela Vista I estão em construção 25 casas da CDHU, uma já pronta e as demais em etapa avançada.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA         OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Centro Cultural e Biblioteca Municipal

Educação e Cultura – Já em 2005, a administração tratou de melhorar a Educação e implantou na rede municipal (creche e Ensino Infantil até a 5º. Ano), o Sistema COC de ensino, usado por renomadas escolas do País. Com isso, em 2011, já atingiu pontuação de 6.4 no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica, ultrapassando assim muitos municípios e até a meta de 6.0 fixada pelo MEC – Ministério da Educação para que até 2021 todas as escolas brasileiras atinjam esse índice.

Junto com essas medidas, Barão de Antonina passou a oferecer ao estudante da rede municipal uma merenda escolar excelente e ainda uniformes e materiais escolares. Com isso, os pais não precisam gastar nada.

Para dignificar ainda mais a Educação e Cultura, a administração de Chico Neres construiu, com recursos e mão-de-obra próprios, dois amplos e modernos espaços: o Centro Cultural Profa. Leonor Harue Fukuoka e a Biblioteca Municipal Profa. Sueli Wippich. As duas edificações passaram a ser um dos orgulhos do barãoense.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA         OLYMPUS DIGITAL CAMERA
raças nos dois conjuntos do FNHIS

OLYMPUS DIGITAL CAMERA         OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Urbanização e ajardinamento na Avenida Brasília

Na área urbana, a administração construiu novas praças e jardins nos dois conjuntos de casas do FNHIS. A Avenida Brasília recebeu nova urbanização, com construção de calçadas, bancos, ajardinamento e áreas de estacionamento de veículos em ambos os lados.

P1010003OLYMPUS DIGITAL CAMERA         OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Rodoviária e hospital

OLYMPUS DIGITAL CAMERA         OLYMPUS DIGITAL CAMERA         OLYMPUS DIGITAL CAMERA         OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Revitalização da Praça Juvenal de Campos

OLYMPUS DIGITAL CAMERA         Foi construído um prédio novo para a Câmara Municipal, um conjunto de piscinas públicas  e foram reformados os prédios da Estação Rodoviária, o Hospital, a creche municipal e outras. Atualmente a praça Juvenal de Campos, em frente a Prefeitura e a igreja matriz Santa Terezinha passa por reformas e revitalização. 

Como surgiu Barão de Antonina                        

As terras do município pertenceram a João da Silva Machado(Barão de Antonina) nascido em Taquari-RS.
Em 1821, ainda quando o Brasil fazia parte do Reino Unido com Portugal,  o Barão de Antonina foi escolhido eleitor da Quinta Comarca de São Paulo, encarregado da Eleição dos Representantes do Brasil junto às cortes de Lisboa. Foi, por vários anos, Deputado na Assembleia Provincial e vice-presidente da Província.

O Departamento de Imigração, órrgão da Secretaria da Agricultura do Estado de São Paulo, com a anuência dos herdeiros de Barão de Antonina, procedeu à demarcação de suas terras em lotes de 20 alqueires, que foram vendidos a preços irrisórios  a brasileiros e imigrantes europeus. No ano de 1929, foi então criado o Núcleo Colonial Barão de Antonina, pertencente ao município de Itaporanga. Em 30 de novembro de 1944, o povoado tornou-se distrito de Itaporanga e em 28 de fevereiro de 1964 adquiriu autonomia municipal.

Compartilhar

Notícias relacionadas