Barão de Antonina completa 46 anos de emancipação política

Igreja Santa Terezinha do Menino Jesus, um dos postais da cidadeNeste domingo, 21, o município de Barão de Antonina-SP comemora 46 anos de emancipação política. Com cerca de 3.000 habitantes, sua base econômica gira em torno da produção agrícola de cereais, pecuária de leite e de corte e a atividade industrial de confecções de jeans, com várias unidades instaladas na área urbana. Rico em belezas naturais, localiza-se entre os rios Verde e Itararé, na divisa com o Estado do Paraná. Banhado pela Represa de Xavantes, conta com um belo condomìnio de residências de lazer, o Angras de Antonina. Para comemorar a data, a administração municipal dirigida pelo prefeito Francisco Neres de Meira(PSDB) desenvolveu uma série de atrações festivas.

Barão de Antonina começou a se formar por volta de 1929, com a implantação do núcleo colonial Barão de Antonina, parte de um projeto do governo estadual que realizou uma distribuição de glebas previamente demarcadas, vendidas a preços irrisórios. Inicialmente, os colonos dessas terras plantavam café e algodão, mas depois, com a exaustão do solo e a conseqüente queda de produtividade, essas culturas foram substituídas por arroz, feijão e milho. O povoado tornou-se distrito, em 30 de novembro de 1944, do município de
Itaporanga, e somente em 28 de fevereiro de 1964 adquiriu autonomia municipal.

Compartilhar

Notícias relacionadas