Bom Dia Ministro desta terça-feira,22, aborda as ações do Ministério da Justiça no combate ao crack e no enfrentamento à violência

O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, é o entrevistado desta terça-feira (22/3) do programa Bom Dia Ministro. No programa, ele falará sobre a política de enfrentamento ao crack e outras drogas, as ações contra o tráfico de pessoas e a Caravana da Anistia. Cardozo também irá abordar na entrevista o Mapa da Violência, um estudo que aponta como a violência tem levado à morte especialmente os jovens. A entrevista é produzida e coordenada pela Secretaria de Imprensa da Presidência da República, e transmitida ao vivo, via satélite, e também pela TV NBR, das 8h às 9h.


Durante entrevista, o Ministro falará sobre ações da Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (Senad), que foi recentemente incorporada à estrutura do Ministério da Justiça. Tem como uma das principais ações, lançada em 2010, a Política Integrada de Enfrentamento ao Crack e outras Drogas. Por apresentar uma característica articuladora, o Plano Integrado desenvolve ações com os ministérios da Saúde, Desenvolvimento Social e Combate à Fome e Departamento de Polícia Federal, além de outros órgãos, como universidades federais e hospitais universitários. Solicitada pela Secretaria, a expectativa é que seja lançado este ano os resultados de uma pesquisa conduzida pela Fundação Oswaldo Cruz que aborda o perfil de usuários de crack e outras drogas no mundo. A pesquisa foi feita com 25 mil pessoas. 

Já o Mapa da Violência é um estudo que faz diagnóstico de como a violência tem levado à morte os brasileiros – especialmente os jovens – nos grandes centros urbanos e também no interior. Coordenado pelo sociólogo Julio Jacobo Waiselfisz, o Ministério da Justiça apoiou o estudo, que serve de subsídio a políticas públicas de enfrentamento à violência. Tem como fonte dados do Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM), do Ministério da Saúde, que aponta o crescimento das mortes de jovens por homicídio, acidentes de trânsito e suicídio.

Outro tema na pauta do Bom Dia Ministro é o enfrentamento ao tráfico de pessoas, um assunto relativamente novo no Brasil. As primeiras discussões resultaram na Política Nacional de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas em 2006, que levou à elaboração, em 2008, do I Plano Nacional de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas. Foram criados seis Núcleos de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas – São Paulo, Rio de Janeiro, Pará, Pernambuco, Acre e Goiás – e 5 Postos Avançados de Recepção de Brasileiros(as) Deportados(as) e Não-Admitidos(as) –  Pará, São Paulo, Rio e dois no Acre. 

Caravana da Anistia – A ação criada em 2008 visa descentralizar sessões regulares da Comissão de Anistia que acontecem na sede do Ministério da Justiça, em Brasília. Desta forma amplia a participação da sociedade civil aos atos reparatórios oficiais; propicia o debate e a reflexão sobre o período de exceção e difunde a história das pessoas que foram perseguidas e torturadas. As Caravanas atuam para dar visibilidade à luta política e ao papel desempenhado pelos ex-perseguidos, partidos e organizações clandestinas em prol da democracia e da anistia política. 

Até dezembro de 2010 já foram realizadas 47 edições das Caravanas da Anistia, em 18 estados do país e Distrito Federal, atingindo um público direto de mais de 15 mil pessoas. 

O Programa Bom Dia Ministro é transmitido ao vivo pela NBR TV e pode ser acompanhado por meio do link no site da Secretaria de Imprensa da Presidência da República. Para as rádios, o sinal de transmissão é disponibilizado pelo mesmo canal da “Voz do Brasil”. Após o programa, o áudio da entrevista estará disponível no site da Secretaria de Imprensa da Presidência da República.
 
Compartilhar

Notícias relacionadas