Bom para os servidores estaduais desta região: HC/Unesp e Iamspe ampliam contrato de serviços de saúde

O Hospital das Clínicas, vinculado à Faculdade de Medicina de Botucatu/Unesp (HC/FMB/Unesp) e o Iamspe (Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público Estadual) firmaram, dia 20 de fevereiro, a ampliação do contrato de prestação de serviço aos mais de 16 mil servidores estaduais da região de Botucatu. Pelo novo contrato haverá ampliação na oferta de serviços como consultas, procedimentos

 ambulatoriais, exames laboratoriais, quimioterapia, endoscopia, cirurgias, entre outros. Os valores pagos por cada atendimento foi ampliado. Os atuais R$ 330 mil mensais repassados pelo Iamspe ao HC terão um adicional de R$ 29,7 mil. Com isso, o hospital passará a receber mais de R$ 4,316 milhões anuais nos pagamentos pelos serviços prestados ao plano.

Também foi firmado um contrato entre a Famesp (Fundação para o Desenvolvimento Médico e Hospitalar) e Iamspe, com o objetivo de intermediar as consultas médicas aos servidores estaduais e ampliar o atendimento dos mesmos dentro do município. O repasse deve ser de R$ 52 mil por mês. Há a intenção de ampliar o número de médicos credenciados, em Botucatu e região, aptos a atenderem pelo plano.

A assinatura, realizada nas dependências da FMB, teve a presença do secretário de Estado da Gestão Pública, Sidney Beraldo, além de autoridades regionais. Compuseram a mesa, além do secretário, o prefeito de Botucatu, João Cury Neto e o chefe de gabinete da secretaria de Gestão Pública, Roberto Baviera, que representou o superintendente da entidade, Latif Abrão Júnior. A Pró-Reitora de Pós Graduação da Unesp, profª Marilza Vieira Cunha Rudge, o diretor da FMB, Sérgio Swain Müller; o superintendente do HC, Emílio Carlos Curcelli e o responsável pela política de convênios do hospital, José Carlos Souza Trindade Filho, representaram a universidade na solenidade. O diretor-presidente da Famesp, Pasqual Barreti, também compôs a mesa de autoridades.

O responsável pela política de convênios do HC, prof. José Carlos Trindade Filho, ressaltou o início do contrato entre as instituições, firmado em 1999, e o crescimento no atendimento regional das especialidades abrangidas. “Há 11 anos, quando realizamos o primeiro contrato com o Iamspe, os servidores estaduais tiveram melhora no atendimento. No entanto, a demanda sempre foi crescente e houve a necessidade da atualização da dimensão do serviço prestado”, ressaltou.

Em 2009, o Hospital das Clínicas realizou através do convênio com o Iamspe 26 mil consultas ambulatoriais, 650 internações cirúrgicas, 700 cirurgias ambulatoriais e 56 mil exames auxiliares de diagnósticos- raio X, ultrassom, tomografias e ressonâncias magnéticas. Do total de pessoas atendidas, 52% eram provenientes de Botucatu, sendo que 28% estavam localizadas em municípios da região do Departamento Regional de Saúde de Bauru (DRS-6). Já 4 mil consultas (ou 18% dos atendimentos) consistiram em servidores oriundos de outras partes do Estado.

Professor Pasqual Barretti, diretor-presidente da Famesp, lembrou que o contrato de convênio firmado com o Iamspe há onze anos foi o primeiro que o HC celebrou além do SUS (Sistema Único de Saúde). O docente citou a implantação da enfermaria de convênios como o primeiro resultado do acordo. “Havia o temor da mudança, de que pudesse haver prejuízo ao ensino se ampliássemos nossos atendimentos. Mas o que se viu foi o contrário, pois passamos também a priorizar o atendimento ao nosso servidor”, complementou.

O diretor da FMB, prof. Sérgio Müller, e o superintendente do HC, Emílio Curcelli, frisaram em seus discursos o papel da universidade na colaboração e consolidação do suporte à saúde. “O que celebramos hoje não é a assinatura de um convênio, mas sim o papel que um hospital universitário como o HC tem no atendimento à população não somente pelo SUS, mas também pelo Iamspe”, declarou prof. Müller.

Ao apresentar os novos valores do contrato, Sidney Beraldo reafirmou que esta é uma posição do governo estadual em ampliar os serviços de saúde oferecidos aos servidores públicos. “Não se faz saúde sem recursos”, declarou, ressaltando que desde a incorporação do Iamspe à Secretaria de Estado da Gestão Pública, pretendeu-se dar nova ênfase em sua atuação. “Essa é uma das medidas que estamos adotando, a de valorizar nossos parceiros. Passamos por uma descentralização dos serviços prestados, o que tem facilitado para que o servidor e seus beneficiários possam receber atendimento sem precisar de grande deslocamento”, complementou.

Beraldo aproveitou a ocasião para mostrar a nova carteira de identificação dos usuários do Iamspe, além do novo guia do usuário, que contém informações sobre coberturas e serviços oferecidos na rede. Com o novo sistema, não haverá a necessidade de apresentação do holerite para a solicitação de consultas. “Todos temos claro o objetivo de melhor atender nosso servidor público. Consequentemente há a excelência do serviço público estadual”, finalizou o secretário da Gestão Pública.

 


 

Compartilhar

Notícias relacionadas