Botucatu cede área para a Unibr instalar Faculdade de Engenharia

Coletiva de Imprensa Faculdade de Engenharia (2)Botucatu está muito próxima de finalmente ter sua própria Faculdade de Engenharia. Após articulação com a Prefeitura, a Unibr (União Brasileira Educacional e Instituto Libertas Cubatão) oficializou investimentos em uma área de 2,3 mil metros quadrados, na Avenida Paula Vieira, Vila Ema (região do Curtume Pioneiro), e que foi cedida pelo Poder Público. Um dos mantenedores da instituição, Fábio Merlin, esteve no Município

nesta quarta e quinta-feira [18 e 19] e manteve reuniões com o prefeito João Cury Neto e representantes de diversas empresas, principalmente da área industrial. “Estamos avaliando as demandas de Botucatu junto às indústrias locais antes de fechar o número exato de vagas e cursos que iremos pedir ao MEC [Ministério da Educação], do qual aguardaremos o credenciamento e autorização para atuar em Botucatu”, explica.

De início a Unibr deverá disponibilizar cursos profissionalizantes, treinamentos e pós-graduação em diferentes áreas. “Estipulamos um prazo de 40 a 50 dias para começar as adequações do imóvel para que em três ou quatro meses iniciemos os primeiros cursos profissionalizantes. Se todo o tramite com o MEC der certo, a intenção é que em 2014 os primeiros cursos de engenharia estejam à disposição da população”, estipula.

A Unibr é uma instituição com atuação principalmente no litoral paulista e região metropolitana de São Paulo. Assim, Botucatu se torna a primeira cidade do interior do Estado que está na mira de expansão da entidade, que segundo Merlin poderá investir quase R$ 3 milhões nas obras do imóvel, compra de equipamentos e adequação de laboratórios, sem contar a contratação de profissionais. “Uma das exigências do prefeito é justamente dar preferência à mão de obra local, principalmente de professores”, afirma o mantenedor.

Os primeiros contatos com a Unibr foram intermediados por Sandoval Nassa, especialista na área de comunicação e marketing . “À pedido do prefeito fiz esse primeiro contato com o Fábio, que depois descobri que é botucatuense, o que já indicava um ótimo sinal. Outro fator que fortaleceu a vinda da Unibr é o potencial de desenvolvimento da Cidade, que já é um polo universitário”, ressalta.

O grupo educacional foca atender as necessidades principalmente do público da classe C, em ascensão no País. “Nosso lema é prezar pela qualidade de ensino e por um preço bastante acessível”, garante.

Mais um compromisso cumprido – Para o prefeito João Cury Neto, a possível consolidação da primeira Faculdade de Engenharia de Botucatu é mais um sonho da população que deverá ser concretizado, especialmente aos jovens que hoje têm que estudar fora pela falta de opção do curso dentro da Cidade. “Queremos que nossos jovens botucatuenses e também aqueles que já trabalham em nossas indústrias tenham a opção de permanecer, se qualificar e contribuir para o desenvolvimento da Cidade. O que queremos é isso, além de gerar empregos, colaborar para a ascensão da escolaridade e, consequentemente, salarial de nossos trabalhadores”, aponta.

Ele ainda reitera a preocupação do Poder Público em reocupar a região da antiga Fepasa e o compromisso que a atual Administração Municipal tem para a concretização de certas iniciativas, mesmo que elas tenham cunho privado. “O shopping, o futuro hotel ao lado dele, e agora uma Faculdade de Engenharia é de interesse de qualquer governo, que deve ter um papel pró-ativo, de provocar as negociações e ajudar no que for preciso. Não podemos ter uma atitude de arquibancada, pois sabemos que a Cidade muda de patamar a partir de investimentos como estes que articulamos e que ajudam a promover nosso Município”, completa.

Serviço
Para conhecer mais sobre a Unibr basta acessar o site: www.unibr.com.br.

Compartilhar

Notícias relacionadas