Câncer: movimentação de Arealva(SP) bateu recorde, com mais de R$ 300 mil para o Amaral Carvalho

Arealva1Tamanho não é mesmo documento, principalmente quando se trata de solidariedade. A pequena Arealva, com 7.950 habitantes na região de Bauru provou isso. Os organizadores do Circuito de Leilões FEBEC de Arealva foram à Fundação Hospital Amaral Carvalho (FHAC) para entregarem arrecadações – No dia 13 de novembro o grupo Amigos de Jacuba, …

os empresários da 2D Leilões, os jipeiros do Oliveira 4×4 e outros voluntários foram a Jahu para entregarem cheque no valor obtido com a quarta edição do Circuito de Leilões FEBEC em Arealva em prol das obras de assistência social da FHAC, denominada pelo grupo, Solidariedade Premiada.

De acordo com o organizador João Tufão, dos Amigos de Jacuba, a festa deste ano se superou em todos os aspectos. “Foi um recorde em tudo. Recorde em público, em arrecadação de animais, em número de jipes. Por isso só temos a agradecer ao público maravilhoso que esteve lá nos prestigiando, que nos ajudou e a essa equipe maravilhosa chamada Amigos de Jacuba, porque amigos assim não se encontram em qualquer lugar. Quero agradecer à Claudia, da 2D Leilões, uma grande parceira desde o primeiro ano e o ano que vem está aí”, disse João Roberto Vicari, o Tufão à TVC de Bauru que também apoia o evento e cobriu a entrega do cheque.

No primeiro ano o leilão contou com a presença de duas mil pessoas, no segundo, 3500. Em 2012 o evento virou uma grande festa agregando encontro de jipeiros com pista off Road indoor, bazar, sorteios, shows, cavaleiros e gastronomia. Tudo isso atraiu sete mil pessoas. O quarto ano foi “um espetáculo”, enfatizou João Tufão e realmente foi.

De acordo com informações da Polícia Militar, 12 mil pessoas passaram pelo local. Cerca de 200 cabeças de gado foram doadas por fazendeiros locais e da região e duzentos e cinquenta jipeiros de dez cidades diferentes estiveram presentes fazendo manobras, o que agradou a todos.

O proprietário da empresa, “Oliveira 4×4 Acessórios Off Road”, Osnei Oliveira, o Tico, participa como apoiador e divulgador da festa aos grupos de jipeiros, o que não parece ser tarefa difícil, pois costumam ser caritativos. “Jipeiro já é solidário por natureza, quando encontramos uma causa nobre como essa, abraçamos na hora”, ressaltou Oliveira.

A empresária da 2D Leilões lembrou na ocasião, que mais um recorde foi quebrado durante a festa desse ano. O número de voluntários trabalhando pela causa, mais de 300 pessoas colocaram a mão na massa, como os Tropeiros de Botucatu que foram ao evento e fizeram a tradicional paella campeira, além do frango inteiro frito para ser vendido ao publico e revertido ao montante das arrecadações.

Outra parte fundamental do evento foi o número de bilhetes vendidos para o “Segundo Solidariedade Premiada”, 19 mil pelo valor de 10 reais, que sorteou um Jipe 1951, uma moto Harley Davidson zero quilômetro, uma bicicleta, uma TV, um notebook, um tablet, uma geladeira, um micro system, uma câmera digital e um celular. “A população gosta tanto de nos ajudar que teve um homem que comprou sozinho, 200 números”, afirmou Vicari, durante a entrega dos prêmios.

“Quero destacar aqui que essa festa não é preparada do dia para noite e nem em uma semana. Nós iniciamos esse processo em fevereiro quando decidimos como organizar e o que fazer. Esse voluntariado, quero destacar a credibilidade dos organizadores e a pessoa do João (Tufão), o público vai por quê? Por que confia e acredita nesse grupo. Então a cada ano, quem conhece e participa acaba trazendo mais pessoas que só agregam ajuda ao grupo. Nós que participamos de clubes de serviços ficamos surpresos. Arrecadar mais de 300 mil reais é uma coisa inédita que nos deixa orgulhosos e chega a dar um nó em nosso entendimento , por que lá não tem chefe, não tem gerente não tem encarregado, é um grupo de pessoas que se unem para fazer o melhor por uma causa que é o Hospital Amaral Carvalho e pelas Casas de Apoio que a FEBEC apoia”, disse , Altair Moraes Monteiro, que também foi voluntário.

Arrecadações – O valor total do cheque foi de R$304.346,34, a maior arrecadação de todo o Circuito de Leilões que ocorre desde 2010, mais um recorde quebrado por essa equipe. O diretor de Planejamento e Finanças da FHAC, José Antonio Barata de Almeida Bueno, lembrou ao final da entrega que a assistência social é muito importante para o Amaral Carvalho e para a recuperação dos pacientes. “Aqui (no Hospital) o tratamento é custeado pelo governo por meio do convênio SUS. Porém, 95% dos pacientes do Hospital vêm de outras cidades do Brasil principalmente em busca de transplante de medula óssea. Esses pacientes precisam ter um local digno onde possam se hospedar e se alimentar adequadamente para estarem aptos a realizarem o tratamento, que é tão agressivo, e o Hospital não recebe remuneração para isso. Por isso, nós insistimos nessa questão e pedimos a ajuda da comunidade. O evento de Jacuba (distrito de Arealva) é um belíssimo exemplo disso. Só para termos uma noção se eu fosse usar o dinheiro arrecadado apenas na Casa de Apoio Infantil o valor de 300 mil seria suficiente para custeá-la por meio ano. Por isso quero agradecer a todos pela ajuda.”

Arealva1             Organizadores do evento seguram cheque simbólico tamanho família para foto

Organizadores
Parte da equipe organizadora: Antonio Carlos Junior, João Tufão, Osorio Donizete Fernandes, Osnei Oliveira, Milton Viana, o diretor de Planejamento e Finanças da FHAC, José Antonio Barata de Almeida Bueno; Benedito Gimenes e Altair Moraes Monteiro

Compartilhar

Notícias relacionadas