Carvalho Agrícola realiza Dia de Campo, em cultivo de milho Nidera

A Carvalho Agrícola, junto com a multinacional holandesa Nidera Sementes promoveu na tarde desta terça-feira (28), um Dia de Campo numa das plantações de milho – a que usou sementes Nidera – do produtor Rinaldo Elídio Franco, no Bairro Samambaial. O evento contou com vários outros produtores rurais.

O eng. Agrônomo Elieber Caixeta, representante da Nidera, conduziu a atividade, com palestra e informações técnicas detalhadas sobre as vantagens do uso da semente Nidera, que se destaca principalmente por chegar ao ponto de colheita com todos os pés ainda verdes com (caules) firmes. resistentes e sadios, sem dobrar e com todas as espigas igualmente sadias. O fato dos pés permanecerem firmes, resistentes e não dobrarem é um fator vantajoso para o produtor, pois este não perde na hora da colheita mecanizada.

Outra vantagem também é a boa produção de grãos por espiga, que numa espiga média chega a 520 grãos. A lavoura utilizada para essa demonstração foi uma safrinha, que por causa do tempo (pouco Sol e dias curtos) produz menos. Mesmo assim, no caso, a estimativa é de uma produção de 250 a 300 sacas 60 Kg por alqueire. Numa safra normal a produção, levando em conta outros fatores de alta tecnologia poderá chegar a 500 sacas por alqueire.

No final, o agrônomo Elieber resumiu que dentre outras vantagens das sementes Nidera estão as garantias de segurança e sanidade do cultivo até o momento da colheita.

Esse caso escolhido para o Dia de Campo, refere-se a uma área de 7,5 alqueires onde antes o agricultor Rinaldo havia colhido soja. Ele utilizou sementes de milho Nidera, e o plantio safrinha – foi feito no dia 24 de fevereiro. Usou adubo 8 28 16 e ureia 36 00 12. Não usou defensivos.

Rinaldo Elídio Franco, 40 anos,  contou que é o 1º ano que cultiva a espécie Nidera, adquirida na Carvalho Agrícola e que está muito satisfeito com o excelente resultado da produção, cuja colheira fará nos próximos dias.

A multinacional Nidera Sementes tem sede na Holanda e está presente em mais 20 países. No Brasil ela está há 10 anos. É uma das mais conceituadas do mundo na produção de sementes de milho, soja e sorgo.

Compartilhar

Notícias relacionadas