Casa na zona rural de Itaporanga foi destruída por chuva de pedra

As imagens são do ItapoNews logo após o fato – Uma residência rural pertencente à Fazenda Bergamini , localizada a beira da Rodovia Aparício Biglia Filho (SP-281) entre Itaporanga e Riversul, próxima da entrada para o Bairro Pau D’Alho, a cerca de 7 quilômetros de Itaporanga, foi violentamente atingida pela forte chuva de granizo que caiu por volta das 22h30 da noite de domingo naquela região.

A família de Reginaldo Benck (funcionário da fazenda) que morava na casa viveu momentos de muita angústia e desespero. Assim que o temporal passou, outros funcionários da fazenda que estavam no secador de cereais próximo correram para socorrê-la, levando os seus integrantes, que praticamente estavam em estado de choque, pois choravam muito, para a sede da fazenda.

A casa teve o telhado totalmente destruído pela força da grande quantidade de pedras de granizo. Árvores foram arrancadas, e as que ficaram em pé foram totalmente desfolhadas. Várias galinhas foram mortas.

Até o cão de guarda da moradia, que havia ficado preso à corrente aparentava estar muito assustado, pois nem reagiu quando um estranho foi soltá-lo. Em seguida ele desapareceu e certamente deve ter ido atrás do dono que foi levado para a sede da fazenda, a vários quilômetros adiante.

A Polícia Militar de Itaporanga, através dos cabos Roseli e Natal foram acionados e compareceram ao local para ajuda.

Chuva de granizo, como é formada – As gotas de água que se evaporam dos rios, mares e da superfície terrestre, quando chegam às nuvens e encontram temperaturas abaixo de -80°C, viram gelo. Congelado, o vapor de água fica com mais peso do que a nuvem pode aguentar e cai, em forma de pedra de gelo, que chamamos de granizo (Revista Escola)

Compartilhar

Notícias relacionadas