Caso Zé Fogaça: Polícia de Siqueira Campos aguarda laudo cadavérico

A Delegacia de Polícia de Siqueira Campos-PR, que cuida da investigação da morte do aposentado José Fogaça, 69 anos, cujo o corpo foi encontrado na manhã do dia 22 com sinais de violência no Contorno Mário Bruno, em Salto do Itararé-PR, informou agora a pouco que aguarda o laudo cadavérico para definir uma linha de investigação.

Segundo o policial João Roberto, o caso não é fácil porque no local onde o corpo foi encontrado, em local ermo, não foram encontrados vestígios, objetos(ex. um pedaço de pau) que pudesse ter sido utilizado num caso de homicídio e inicialmente, os poucos moradores das imediações  disseram não ter visto ou ouvido atos de agressão, barulho de freada de veículos num caso de atropelamento. O laudo da necropsia, apontou que a vítima teve Traumatismo Crânio Encefálico, Fratura da Coluna Cervical e Trauma Buço Maxilo Facial.  

João Roberto informou que o delegado Juliano Fonseca abriu inquérito e aguarda o Laudo Cadavérico, com o qual poderá traçar uma linha de investigação para apurar se foi atropelamento na rodovia com a remoção do corpo para fora da pista ou se foi homicídio, para, em qualquer dos casos, se chegar a(os) autor(es) e indiciá-los para responderem na Justiça. 

O que já foi publicado Zé Fogaça é encontrado morto em Salto do Itararé-PR


 

Compartilhar

Notícias relacionadas