Chuvas do final de semana causaram acidente, danos e muitos transtornos

As chuvas intensas do final de semana – quinta-feira 13,5 mm, sexta-feira 90,0 mm (a maior) e a de sábado 2,5 mm – causaram enchentes nos rios Verde, Ribeirão Vermelho e Itararé; desmoronamento que causou acidente sem vítimas na SP-281 (Rodovia Aparício Bíglia Filho)  além de danos em obras.

No Bairro Rio Verde, serviços de recape foram danificados e na praça da capela do bairro ocorreu um acúmulo de lodo bem no ponto de ônibus.
O maior dano foi na obra da reconstrução da ponte sobre o córrego do Frango, no Bairro Mosteirnho, que tinha um desvio com uma passagem improvisada para veículos leves, e foi comprometida, ficando totalmente sem condições de tráfego. Por isso, a rodovia Kazuioshi Kurita foi interditada no trevo de Itaporanga para Santana do Itararé-PR.

O referido córrego deságua no Rio Itararé, logo próximo. Mas, com o aumento do nível das águas do Rio Itararé, ocorreu uma situação inversa, que fez aumentar o volume de água do córrego e danificou a passagem, além de comprometer parte das obras da ponte, que vem sofrendo atrasos, principalmente pelo mau tempo desde janeiro. Como todos sabem, trabalhos em obras só avançam depois de alguns dias de estiagem.
Veja as precipitações:
Janeiro, 190 mm
Fevereiro, 134 mm
Março, 169 mm

Abril, 196 mm
Maio, 125 mm e
Em junho, só nos primeiros dias 106 mm, contrariando todas as previsões que davam de 3 a 5 mm.

Mas, tudo isso é insignificante, comparando com os danos que essa mesma chuva causou no Estado do Paraná, onde 9 pessoas morreram, 106 mil afetados e 79 cidades estão em Estado de Emergência.

 

 

Compartilhar

Notícias relacionadas