Cinema: Ancine aprova o longa Sorte ou Revés

sr1_domingos_meirasr6_Ewerton de Castrosr2_caco_cioclersr3_zecarlos_machadosr4_tania_kalillsr5_lucy_ramos

Na semana passada a ANCINE – Agência Nacional de Cinema – órgão do governo federal que regula a produção nacional aprovou, através da Zero Grau Filmes, do ator Thiago Luciano(de Morde e Assopra) o longa-metragem Sorte ou Revés, que terá a direção do ator Domingos Meira e Paulo Furtado, e Thiago Luciano e Beto Schultz como diretores convidados.

São coprodutores a Visual Filmes, Zero Grau Filmes.Com e Cinematográfica Araújo. A produção do roteiro é de Domingos Meira com a coprodução de seu amigo e sócio Paulo Furtado.

Com isso, essa produção, orçada em R$ 1.200.000,00 já pode captar recursos através da Lei do Áudio Visual, que permite que as empresas invistam no projeto e se beneficiem de isenção fiscal.

Previsto para ter boa parte gravada em Botucatu e região, O Sorte ou Revés é uma estória carregadíssima de emoções. O elenco tem entre outros os consagrados Domingos Meira(como produtor  ator e diretor), Ewerton de Castro, Caco Ciocler, Zé Carlos Machado, Tania Khalill e Lucy Ramos.

A estória: Quatro pessoas, em lugares diferentes do país, tem apenas uma coisa em comum: apostaram as mesmas seis dezenas na maior loteria do Brasil. Um retrato fiel do cotidiano dessa gente e as razões que as levaram a acreditar na sorte.

“Nosso longa-metragem chama provisoriamente Sorte ou Revés, e conta uma história muito humana, tendo a loteria como fio condutor. O filme conta a história de quatro pessoas em momentos decisivos de suas vidas, que os levam a apostar na loteria no mesmo dia, os mesmos números em lugares diferentes. O dinheiro é sempre um tema bastante versátil e cheio de possibilidades”, explica Domingos Meira, que faz questão de registrar agradecimentos a alguns parceiros que lhe vieram à cabeça no momento, como Paulo Turtado (sócio, parceiro e coautor do roteiro) nessa empreitada; o Gil Araújo da Cinematográfica Araújo que tem sido para ele mais do que um parceiro, mas um mentor para o projeto, e o prefeito de Botucatu, João Cury, que não mede esforços.

Botucatu Polo Cinematográfico – Domingos Meira, que é botucatuense explica ainda que com mais essa produção, a cidade de Botucatu já se torna um polo cinematográfico de longas-metragens em 2012, pois, além do Sorte e Revés, terá também o Estranhas Cotoveladas, de Reinaldo Volpato, no qual ele(Meira) já foi contratado e atuará como ator.
Sobre o Estranhas Cotoveladas, Meira comenta: “O Volpato está com a gente assim como estamos com ele. Estamos ampliando cada vez mais nossa parceria baseada numa sintonia fina e num interesse em comum: o de fortalecer o cinema caipira”, diz.

“Para que Botucatu continue fortalecendo a área de cultura, o Iran Riello, grande empresário botucatuense, muito bem sucedido, foi o primeiro a entrar nessa barca com a sua marca, a SOLLEIR, e a Zero Grau Filmes que fará desse filme um grande sucesso”, finaliza, informando que em breve o site da produtora estará no ar.

Veja mais no projeto gráfico sobre a biografia dos protagonistas e a história do jogo
Compartilhar

Notícias relacionadas