Comissão internacional visita Itararé para certificar erradicação da doença de Chagas

A Superintendência de Controle de Endemias (SUCEN) de Itararé recebe nessa semana a Comissão Internacional de expertos com o objetivo de avaliar a situação da transmissão vetorial de Trypanosoma cruzi agente causador da doença de Chagas, e em particular de Triatoma infestans e certificar o alcance da eliminação de T.infestans como problema de saúde pública no Estado de São Paulo.

No dia três de setembro, quarta-feira, às 9h, acontecerá no auditório das Faculdades Integradas de Itararé uma apresentação sobre o tema e em seguida os membros da Comissão visitarão o distrito de Santa Bárbara, onde foi detectado o último foco do Triatoma infestans em toda a região de Sorocaba.

A Comissão inclui membros de vários países:
– Dr. Roberto Chuit (Argentina) – Epidemiólogo da Academia Nacional de Medicina da Argentina. Ex-diretor nacional de Epidemiologia, Ex-diretor do Programa Nacional de Chagas, Ex-ministro de Saúde da Província de Cordoba (Argentina), entre outras posições ocupadas. Autor de múltiplas investigações epidemiológicas sobre Chagas.
– Dra. Antonieta Rojas de Arias (Paraguai) – Consultora OPS/OMS Paraguai. Reconhecida investigadora e docente em doença de Chagas. Ex-diretora do SENEPA (Serviço Nacional de Erradicação do Paludismo). Autora de múltiplas investigações epidemiológicas sobre Chagas.
– Felipe Guhl (Colômbia) – Professor da Universidade dos Andes e diretor do CIMPAT (Centro de Investigações em Microbiologia e Parasitologia Tropical). Investigador afamado com múltiplos estudos epidemiológicos sobre Chagas e alto reconhecimento internacional.
– Dr. Alonso Parra (Chile) – Diretor do Programa Nacional de Chagas no Chile, com ampla experiência em prevenção no controle da doença.
– Roberto Salvatella Agrelo (Uruguai) – Consultor, secretário técnico da OPS e representante da OPS/OMS no Uruguai. ( Da Assessoria de Imprensa da P.M.I)

Compartilhar

Notícias relacionadas