Como fica o tempo no feriado de 12 Outubro? E, semana será quente em grande parte do Brasil

Previsões do www.climatempo.com.br apontam que próximo fim de semana será marcado pelo feriado de 12 de Outubro, Dia da Criança e também da padroeira do Brasil. A CCR NovaDutra iniciou sua campanha de segurança e orientação a peregrinos e motoristas que trafegam pela via Dutra sobre a época de romarias a pé pelo acostamento da rodovia.

Vale lembrar que neste ano, devido à pandemia do novo coronavírus, o Santuário Nacional de Aparecida já divulgou que realizará até o o dia 12 de outubro, todas as celebrações da Novena e Festa Padroeira do Brasil de forma virtual.

E, como fica o tempo para este feriadão prolongado. Veja abaixo:

Sudeste

No Sudeste a chegada da frente fria no sábado, dia 10, provoca diminuição do calor e chuva a partir da tarde no sul e leste de São Paulo, incluindo o litoral paulista. Menos calor e chuva a partir da tarde também no sul e no leste de Minas e no Rio de Janeiro. No domingo e na segunda-feira, dias 11 e 12 de outubro, a temperatura fica amena no centro-sul e leste paulista, sul e Zona da Mata de Minas e no Rio de Janeiro. Faz até um pouco de frio nos trechos de serra. Tem previsão de chuva nestas áreas, com risco de chuva forte/volumosa na Grande Belo Horizonte, no Sul de Minas e na Zona da Mata Mineira e no Rio de Janeiro.

Sul

No Sul, a passagem da frente fria e a chegada de uma massa de ar polar com moderada intensidade provocam chuva e queda de temperatura. O calor diminui no Paraná e o estado vai ter dias bem úmidos. Faz frio em Santa Catarina e no Rio Grande do Sul, com risco de geada nas áreas de fronteira com o Uruguai e nas serras Gaúchas e Catarinenses.

Centro-Oeste

Centro-Oeste começa o feriadão com muito calor, mas aos poucos a forte massa de ar seco está perdendo força o que permite a volta das pancadas de chuva já na tarde de sábado. No decorrer do feriado o calor vai diminuindo. Dias 10 e 11, as pancadas de chuva ainda são bem isoladas, mas para o dia 12, além de mais volumosas as chuvas são mais abrangentes, tipo chuva que já ajuda no combate aos incêndios.

Nordeste

No Nordeste, o ar seco ainda vai predominar sobre o interior da Região inibindo a chuva. Já nas áreas próximas do mar, o sol também predomina, mas tem previsão de pancadas rápidas de chuva.

Norte

No Norte, o feriado começa com tempo seco e muito quente no centro-leste e sudeste do Pará e no Tocantins. No decorrer do feriado a umidade aumenta nessas áreas com previsão de pancadas de chuva à tarde. Quase toda a Região tem sol e pancadas de chuva à tarde. No Acre, em Roraima e no centro-oeste do Amazonas a chuva é volumosa.

Semana será quente em grande parte do Brasil

Oferecimento

Após uma semana de calor muito intenso em quase todo o Brasil, a passagem de uma frente fria trouxe um refresco para áreas do Sul e Sudeste durante o fim de semana.

No entanto, esta frente fria não teve força o suficiente para mudar o tempo pelo interior do país. A chuva e a queda de temperatura foram observadas principalmente em áreas do Sul, no sul e leste de São Paulo, Rio de Janeiro e algumas áreas de Minas Gerais.

Semana quente

Na segunda-feira, 05 de outubro, a frente fria já vai estar afastada em alto mar, e a tendência é que o sol volte a predominar sobre São Paulo, Rio de Janeiro e o Paraná. As temperaturas sobem no decorrer do dia e volta a fazer calor à tarde.

Algumas regiões ainda terão pancadas isoladas de chuva ao longo da semana, como é caso de Curitiba, a capital e o litoral de São Paulo, e o Rio de Janeiro. Mas, as temperaturas vão subir bastante e a semana será quente nestas localidades.

A maior parte do país ainda vai registrar temperaturas bem altas ao longo da semana, com chance de novos recordes em várias cidades.

Temperaturas entre 37°C e 43°C devem ser observadas em uma ampla área do país abrangendo estados de todas as regiões.

Ar seco

A umidade relativa do ar vai continuar em acentuado declínio, no Paraná, em grande parte da Região Sudeste, Centro-Oeste e Nordeste, com valores abaixo dos 20% nas horas mais quentes. A situação é ainda mais preocupante entre as cidades do interior de São Paulo, Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, oeste da Bahia e Tocantins. Nestas áreas a situação é de emergência para valores abaixo dos 12%.

Compartilhar

Notícias relacionadas

Se inscreva
Notificação de
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments