Copa 2014: No Bom Dia Ministro, investimentos em portos ampliam hospedagem

O Bom Dia Ministro desta quinta-feira (7/7) recebe o ministro da Secretaria de Portos, José Leônidas Cristino. No programa, o Ministro vai detalhar os investimentos nos portos brasileiros para que ampliem a oferta de leitos de hospedagem, com a vinda de navios para a Copa de 2014. Leônidas também abordará as obras de dragagem e os investimentos para a informatização dos portos brasileiros. A entrevista é produzida e coordenada pela Secretaria de

 Comunicação Social da Presidência da República, e transmitida ao vivo, via satélite, das 8h às 9h pelo mesmo canal da “Voz do Brasil”.

Para atender a demanda por hospedagem na Copa do Mundo de 2014, a Secretaria de Portos investirá R$ 740 milhões em sete portos brasileiros, localizados nas cidades que sediarão os jogos. São elas: Fortaleza (CE), Natal (RN), Salvador (BA), Rio de Janeiro (RJ), Santos (SP), Manaus (AM) e Recife (PE). Com os recursos serão construídas novas estruturas e ampliadas e modernizadas as estruturas já existentes, como é o caso de Santos e Rio e Janeiro. Os investimentos permitirão que os navios sejam opção de hospedagem, ampliando a quantidade de leitos aos turistas, durante dos jogos. 

Depois das obras, os portos de Santos, Rio de Janeiro e Salvador poderão comportar até seis navios cada um. Um navio de grande porte tem aproximadamente 3,5 mil leitos. Os portos nas cidades de Natal, Recife, Fortaleza e Manaus terão ancoradouros para dois navios. Depois do grande fluxo de turistas para a Copa, a estrutura servirá, sobretudo, para movimentação de carga.

Programa Nacional de Dragagem – Para tornar o setor portuário mais eficiente, o governo federal criou o Programa Nacional de Dragagem, que estabelece novos parâmetros para a execução dos serviços de limpeza e desobstrução dos canais de acessos aquaviários aos portos. Esse procedimento irá permitir o acesso de navios cada vez maiores nos portos nacionais, tornando-os mais competitivos. 

Com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), foram escolhidos 18 portos ao longo de toda a costa. Atualmente, seis portos já estão com suas obras concluídas e já apresentam ganhos em sua movimentação. Outros seis estão em fase de conclusão e os demais em processo licitatório. 

Informatização – A Secretaria de Portos vai informatizar totalmente os portos brasileiros. O objetivo é integrar os agentes envolvidos nas operações portuárias, eliminando o manuseio de vários formulários e papéis. O projeto “Porto sem papel” estabelece um documento virtual único que vai processar e distribuir, em tempo real, as informações necessárias ao funcionamento do setor. A ação vai reduzir, em média, 25% o tempo de estadia dos navios no porto. Como resultado, os terminais terão sua eficiência e competitividade ampliadas, além de registrarem significativa redução dos custos operacionais.

Logística – Com a elaboração do Plano Nacional de Logística Portuária (PNLP), o governo vai traçar um panorama real de toda situação portuária nacional. O Plano, que será desenvolvido em 35 portos, será o masterplan dos portos brasileiros. Com este plano diretor, será possível apontar os principais produtos movimentados e apresentar estudos econômicos com a finalidade de encontrar a vocação de cada um. Dessa maneira, o governo poderá fazer o planejamento do setor portuário a curto, médio e longo prazos, além de avaliar a necessidade de construção de novos portos e terminais.

Participam do programa, com perguntas ao vivo, as rádios Capital AM (São Paulo/SP), Amazonas FM (Manaus/AM), Globo (Curitiba/PR), Excelsior (Salvador/BA), O Povo/CBN (Fortaleza/CE), Boas Novas 580 AM (Recife/PE), Furg FM (Rio Grande/RS), Verdes Mares (Fortaleza/CE),  Litoral (Santos/SP), Difusora (Maceió/AL), Record (Rio De Janeiro/RJ), Boas Novas 1270 AM (Belém/PA), Clube Bandeirantes 1350 AM (Itajaí/SC), Redesim Sat (Vitória/ES) e 98 FM (João Pessoa/PB)

O programa Bom Dia Ministro também é transmitido ao vivo pela TV NBR e pode ser assistido pelo link da TV no endereço da Secretaria de Imprensa da Presidência da República (www.imprensa.planalto.gov.br). Ao final do programa, o áudio da entrevista também estará disponível, na íntegra, no mesmo endereço. (Da Secretaria de Imprensa do Planalto)
 

 

Compartilhar

Notícias relacionadas