Crise econômica e política? Botucatu consegue R$ 6 milhões do governo federal, para viaduto

No provável apagar das luzes do atual governo federal, o prefeito de Botucatu, João Cury Neto (PSDB), confirmou na tarde desta quinta-feira (5) a liberação de R$ 6 milhões, junto ao Governo Federal, para início das obras de construção do viaduto que fará a ligação do Jardim Paraiso (região norte) ao Jardim Cristina (região leste).

O anuncio foi confirmado após audiência no Palácio do Planalto, em Brasília, com o Ministro das Relações Institucionais do Governo Federal, Ricardo Berzoini. O encontro foi intermediado pelo  ex-ministro do Esporte, deputado federal Orlando Silva (PCdoB/SP) e contou ainda com as presenças do vice-prefeito de Botucatu, Antonio Luiz Caldas Jr. e do secretário municipal de Obras, André Peres.

“Este valor corresponde a 50% do valor total da obra. Da liberação, até o início das obras, alguns trâmites burocráticos ainda precisam ser vencidos, mas, se tudo correr bem, vamos começar o nosso viaduto ainda este ano, no segundo semestre. Esta obra, quando estiver pronta, vai melhorar muito o trânsito na região central de Botucatu, facilitando a mobilidade da nossa população”, argumenta João Cury, que agradeceu a atenção dada pelo deputado Orlando Silva e o ministro Berzoini.

O tramite para a construção deste viaduto estava estacionado há dois anos, devido a não liberação de recursos do Governo Federal na época. Em março de 2014, o DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) já havia realizado sessão pública para abertura das propostas de preços das empresas que participariam da concorrência pública para a construção do viaduto.

O valor da obra, orçado primeiramente em R$ 13.320.447,50, caiu para R$ 12.207.654,68, menor proposta apresentada pela Contersolo, empresa com sede no interior do Paraná. O projeto trata da construção de um viaduto de 140 metros de extensão, que ligará o residencial Arlindo Durante, na altura da Rua Luiz Carnieto, até a Rua José Barbosa de Barros, nas imediações do Parque Municipal “Joaquim Amaral Amando de Barros”, no Jardim Paraíso. O prazo de execução previsto em contrato é de 18 meses.

Vale lembrar que a construção do viaduto, que ligará as regiões norte e leste, integra o plano viário proposto para a Cidade através do projeto Botucatu 2025, apresentado em 2013 pela Prefeitura de Botucatu.

Compartilhar

Notícias relacionadas