Dr. Bittar participa de encontro da Rede Sans e projeta ações sobre segurança alimentar

Cerca de 100 pessoas de 27 municípios participaram do Seminário de Integração dos Agentes Locais da Rede de Defesa e Promoção da Alimentação Saudável, Adequada e Solidária (Rede Sans). De acordo com o vereador Dr. Bittar (PCdoB), o Projeto Rede-SANS surgiu da ideia de unir profissionais interessados em discutir e implementar ações relativas à promoção da saúde e bem-estar da população. Neste contexto, o Estado de São Paulo foi dividido em seis regiões de trabalho, que devem identificar suas carências e questões positivas para compartilhá-las umas com as outras, de modo a compor um coletivo pensante e atuante no setor.


Dessa forma, ainda segundo o parlamentar, a iniciativa visa discutir alternativas para levar uma alimentação mais saudável sem comprometer as necessidades básicas do corpo humano. “O projeto também procurará integrar duas políticas públicas: Saúde e Segurança Alimentar”, explica.

Dr. Bittar avalia que a iniciativa é bastante importante, tendo-se em vista a atual situação da alimentação da população brasileira. “Existe uma lacuna no que se refere aos estudos, levantamentos de dados e prática de ações voltadas à melhoria da alimentação da sociedade, principalmente das camadas mais empobrecidas”, destaca.
O vereador botucatuense conta que o Projeto Rede Sans é subsidiado pela ‘Financiadora de Estudos e Projetos’ (Finep). Trata-se de uma empresa pública ligada ao Ministério da Ciência e Tecnologia, do Governo Federal, que tem por objetivo promover o desenvolvimento econômico e social do Brasil por meio do fomento público à Ciência, Tecnologia e Inovação em empresas, universidades, institutos tecnológicos e outras instituições públicas ou privadas.

O projeto funciona a partir de profissionais das mais diferentes áreas que atuam como articuladores da Política de Saúde com a Política de Segurança Alimentar. “Isso não significa que a comunidade em geral não possa participar. Nosso objetivo é agregar o maior número possível de cidadãos, de modo que cada um possa contribuir à sua maneira”, aponta Dr. Bittar, que é um dos articuladores locais.

O encontro contou com a participação de Dom Mauro Morelli, bispo emérito da Diocese de Duque de Caxias, no Estado do Rio de Janeiro, que se tornou conhecido pela luta no combate à fome.
Para o vereador Dr. Bittar (PCdoB), essa é a continuação de um trabalho que tem sido desenvolvido há algum anos. “Faz bastante tempo, ainda antes de eu ingressar na vida pública, que venho trabalhando no campo da segurança alimentar. Com o projeto, vamos ganhar aliados na elaboração e implementação de Políticas Públicas voltadas ao tema”, destaca.

No encontro ficou decidido que cada articulador em seus municípios terá a missão de identificar questões problemáticas e alternativas viáveis em relação à segurança alimentar. “Esses tópicos serão discutidos em um novo encontro, que ocorrerá em Botucatu no mês de maio”, aponta.

Em Botucatu, o vereador Dr. Bittar destaca a atuação da coordenadora do projeto, Professora Dr. Maria Rita Marques de Oliveira; da articuladora regional Maira Malta; da articuladora local Camila Winckler, também ligada à Secretaria Municipal de Saúde; e do articulador local Márcio Campos, subsecretário Municipal de Agricultura. (Assessoria de Imprensa/Câmara Municipal de Botucatu)
 
Compartilhar

Notícias relacionadas