É mesmo do jogo político?

O conto a seguir teria acontecido numa cidade por aí e é uma obra de ficção, fruto da imaginação do autor. Portanto, qualquer semelhança com a sua cidade terá sido mera coincidência.

Que mané Auxílio Emergencial que nada! O negócio aqui foi de Compra de Voto na cara dura mesmo. Três dias antes foi um perereco, um verdadeiro Deus Nos Acuda para obtenção de empréstimos a qualquer preço, de recursos milionários para reverter os indicadores.

Agora entendi o porquê de uma pesquisa feita por um jornal na véspera não ter sido divulgada.

Chegando “trocentos” casos verídicos contando os “causos”. Só numa residência num bairro rural, o casal recebeu 1.800 pilas (900) pra cada) pra mudar de candidatos a vereador e prefeito.

Em um estabelecimento nas imediações de um local de votação, a troca de camiseta cor tal por outra cor tal, valia 150 pilas. Sem alarde, o boca-a-boca e a rádio peão garantiram o sucesso absoluto do empreendimento. Mas, claro, todo mundo “vendável” matando cachorro a grito, quem que iria deixar passar esse cavalo arreado?

Normal para alguns. É e sempre foi do jogo político, mesmo se sabendo o resultado e consequências disso. Só não sei se vale a pena, e se é nobre ganhar dessa maneira!

A dignidade não tem preço. Parabéns a todos os candidatos bem-intencionados que fizeram uma campanha limpa e obtiveram, também de forma limpa as suas votações, pelas quais, orgulhem-se, pois foram verdadeiras.

E eu sigo aqui na minha, sem nenhum pardal pra dar água, com a conta no vermelho e tendo de parcelar o cartão. Mas, deitando e dormindo tranquilo, pois sou rico: tenho um trabalho digno, amigos verdadeiros, uma família maravilhosa, um teto pra morar (pago aluguel) e já plantei árvores e colhi frutos. Enfim, vivo com muito pouco, mas, com dignidade!

ItapoNews

Compartilhar

Notícias relacionadas

Se inscreva
Notificação de
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments