Em vídeo-conferência com prefeito de Hiroshima(Japão), prefeito de Botucatu adere ao “Prefeitos para a Paz”

Na noite de segunda-feira (1), na sede da Associação Paulista de Medicina, o prefeito João Cury Neto participou de uma vídeo-conferência com o prefeito de Hiroshima, Matsui Kazumi e formalizou a adesão de Botucatu à rede “Prefeitos pela Paz” (Mayors for Peace). O movimento lidera a campanha que busca a abolição das armas…

 nucleares até o ano de 2020, quando serão completados 75 anos do bombardeio nuclear às cidades japonesas de Hiroshima e Nagazaki.
 
 
 

 
A cerimônia contou com as presenças de dois sobreviventes da bomba de Hiroshima: Junko Watanabe, 67 anos e Takashi Morita, de 87 anos, que falou aos presentes sobre a devastação causada pelo ataque americano durante a 2ª Guerra Mundial. Para Takashi, que era soldado na época, os dias foram muito tristes e ele não consegue tirar da memória. “Eu tinha 21 anos e era soldado quando a bomba atingiu a cidade. Eu fiquei por dois dias sem comer e sem beber nada porque a cidade estava toda contaminada e eu estava ajudando as pessoas que precisavam”.

A presidente da regional da Associação Paulista de Medicina, Dra. Irene Pinto Silva Masci, fez um pronunciamento em nome da diretoria da entidade, ressaltando que o mundo ainda precisa se preparar para viver em paz. Em seu discurso, o prefeito João Cury, enalteceu as virtudes do povo japonês e valorizou os laços de amizade entre o Brasil e Japão.

A cerimônia também abriu oficialmente a exposição fotográfica “Um agosto para nunca esquecer” que traz uma série de imagens sobre a destruição causada pelas bombas atômicas lançadas sobre Hiroshima e Nagazaki. O acervo estará aberto à visitação até 31 de agosto na sede da APM (Rua João Passos, 326), de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 21 horas e aos sábados, domingos e feriados, das 9 às 16 horas.

Durante a exposição os visitantes também podem participar da ‘ação educativa’ que traz sessões de filmes vindos do Japão, com a apresentação histórica e produção de pássaros de origens “tsurus”. A organização da exposição orienta as escolas a realizar um agendamento para participar da ação pelo telefone (14) 3882-1442 ou pelo email  [email protected]

História – O lançamento das bombas de Hiroshima e Nagasaki completa 66 anos em 2011. Em 6 de agosto de 1945, ocorreu o bombardeio da Força Aérea Americana sobre a cidade de Hiroshima. Três dias depois, Nagasaki foi atacada com outra bomba nuclear. O impacto das bombas causou cerca de 220 mil mortes nas duas cidades. (Da Secretaria Municipal de Comunicação de Botucatu)
Compartilhar

Notícias relacionadas