EUA enviam 10 estações de tratamento de água; Governo Federal coordena recebimento de doações internacionais para o Rio Grande do Sul

ONG norte-americana enviou 10 estações de purificação de água com capacidade de 400 mil litros por hora, que poderão fornecer água potável para até 100 mil pessoas

Os equipamentos doados pela ONG norte-americana Samaritan’s Purse poderão fornecer água potável, no total, para até 100 mil pessoas – Foto: ABC/MRE

A Agência Brasileira de Cooperação (ABC), do Ministério das Relações Exteriores (MRE), está gerenciando ofertas de Estados e organismos internacionais de auxílio humanitário às vítimas das inundações no Rio Grande do Sul, em seus aspectos substantivos, legais e logísticos.

A cidade de Canoas (RS) recebeu, no domingo, 12 de maio, a primeira parte da doação feita pela ONG norte-americana Samaritan’s Purse, composta por 10 estações de purificação de água com capacidade de 400 mil litros por hora, seus materiais e componentes, e outros bens emergenciais.

Os equipamentos poderão fornecer água potável, no total, para até 100 mil pessoas. Além de ter o apoio da ABC/MRE, a operação contou com a participação do Ministério da Defesa, Defesa Civil, Receita Federal e Polícia Federal.

A primeira de duas aeronaves cargueiras da ONG pousou na Base Aérea de Canoas, onde a carga foi desembarcada e armazenada no início da tarde de domingo, para posterior distribuição em coordenação com a Defesa Civil. A segunda aeronave tem previsão de chegada à base na tarde desta segunda-feira (13).

OUTROS AUXÍLIOS — O Japão ofereceu doações de barracas de acampamento, colchonetes, cobertores, galões portáteis, lonas plásticas e purificadores de água, que foram recepcionadas pelo Comando Operacional Conjunto. A ABC/MRE está em contato com a Embaixada do Japão para dar seguimento ao processo de doação por meio da Agência de Cooperação Internacional do Japão (JICA). A agência brasileira também está em tratativas com órgãos italianos e de outros países para receber doações para o Rio Grande do Sul.

A Embaixada Britânica fez doações ao estado por meio da Câmara Britânica de Comércio e do British Council, especialmente em saúde e itens emergenciais. O Reino Unido também manifestou interesse em conversar com o Itamaraty sobre ações bilaterais futuras na gestão integral de riscos e desastres.

Por sua vez, a Presidência Pro Tempore do Paraguai da Reunião de Ministros e Altas Autoridades de Gestão de Riscos e Desastres do Mercosul está em contato com o Secretário Nacional de Proteção e Defesa Civil do Ministério da Integração e do Desenvolvimento Regional.

Os grupos de trabalho sobre serviços hidrometeorológicos e sobre alertas antecipados relacionados à reunião do bloco econômico sul-americano mantêm-se ativos, desde 5 de maio, com interlocução direta entre os técnicos e especialistas dos países membros, inclusive sobre os desdobramentos das cheias sobre os territórios da Argentina e do Uruguai.

Da Secretaria de Comunicação da Presidência da República

Notícias relacionadas

Se inscreva
Notificação de
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments