Fafit: alunos do Segurança do Trabalho fazem visita técnica à multinacional Stora Enso

Os alunos do curso para Técnico em Segurança do Trabalho, do Colégio XXV de Abril das Faculdades Integradas de Itararé participaram, no último dia 03  de uma visita técnica à multinacional Stora Enso Brasil, única fábricante de papel revestido e calandrado de baixa gramatura(LWC) da América Latina, localizada na cidade de Arapoti-PR.

De acordo com o coordenador do curso T.S.T, professor José Carlos Rodrigues da Silva, a visita teve como objetivo atender ao conteúdo da disciplina “Atividades de Prática Profissional”. “É muito importante os alunos observarem in loco os conteúdos ministrados em sala de aula”, explica José Carlos. 

Os alunos chegaram a fabrica às 8h45 e assistiram a apresentação do professor José Carlos, da FAFIT, que também é funcionário da Stora Enso, o qual falou sobre Política de Saúde, Segurança e Meio Ambiente da empresa, Ferramentas de Segurança e Programas de Segurança.

Em seguida, Valmir Lima, técnico em Segurança do Trabalho da Stora Enso, explanou aos alunos sobre Plano de Emergência, Equipamentos de Resgate e Equipamentos de monitoramento ambiental da empresa. Os alunos também tiveram a oportunidade de visitar as instalações da fábrica e de participar do café da manhã e do almoço servido no refeitório da empresa.

Localizada na região sul do Brasil, no estado do Paraná, a 1150 km de Brasília e 450 km de São Paulo, a fábrica de Arapoti é a única fabricante de papel revestido e calandrado de baixa gramatura (LWC) na América Latina.

Com seus 350 empregados, a fábrica tem uma capacidade anual total de 180 mil  toneladas. Aproximadamente 90% deste total é vendido no mercado interno.

A fábrica de Arapoti tem uma linha de produção de papel de alta eficiência e outra linha para o revestimento. A operação da fábrica foi iniciada em 1992 e atualmente a produção alcança 180 mil toneladas por ano de papel empregado na impressão de revistas, encartes e tablóides. A gramatura do papel produzido varia de 54 g/m2 até 90 g/m2.
 
Stora Enso – fábrica Arapoti-PR – Brasil

Duas fontes de fibras são usadas em Arapoti. Uma fonte é a planta de pasta termomecânica, que utiliza madeira de Pinus e de Eucalipto provenientes de plantios próximos da fábrica. A segunda fonte de fibra é proveniente de celulose kraft branqueada, a qual é adquirida principalmente da Argentina e Europa.

A fábrica de Arapoti é a primeira unidade de papel do grupo na América Latina e representa um passo importante na cadeia mundial de produção da Stora Enso. (Com Vanessa P. Souza Ferraz, da Assessoria de Imprensa da Fafit)
 
Compartilhar

Notícias relacionadas