Fartura: filhote de gato-maracajá é resgatado em fazenda de café

Apesar de assemelhar-se muito a um filhote de onça, trata-se de um gato selvagem nativo da América Central e do Sul, segundo identificação da Associação Protetora de Animais Silvestres (APASS), para onde o animal foi encaminhado

Por volta do meio dia desta quinta-feira, 2 de setembro, um filhote de gato-maracajá, foi resgatado por produtores rurais em uma fazenda de café no Bairro Taquara Branca, em Fartura. O animal, recém-nascido, foi conduzido à Clínica Veterinária Municipal.

Apesar de assemelhar-se muito a um filhote de onça, trata-se de gato selvagem, segundo identificação da Associação Protetora de Animais Silvestres (APASS), para onde o gato foi encaminhado nesta manhã de sexta-feira, 3 de setembro.

Natalia Tomas Inácio de Godoi, diretora executiva da APPASS, disse que o animal se parece muito com um gato-do-mato. A notícia do resgate do felino causou alvoroço junto aos moradores.

Sobre o animal
O gato-maracajá (Leopardus wiedii) é um pequeno gato selvagem nativo da América Central e do Sul. De hábitos solitários e noturnos, esse mamífero vive em florestas primárias perenes e decíduas. Até a década de 1990, os gatos-maracajá eram caçados ilegalmente para serem vendidos como animais de estimação. Isso levou a uma diminuição populacional da espécie. Desde 2008, o animal foi listado como “Quase Ameaçado” na Lista Vermelha da IUCN porque a população está em declínio devido à perda de habitat por causa do desmatamento.

Compartilhar

Notícias relacionadas

Se inscreva
Notificação de
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments