Filme Estranhas Cotoveladas recebe prêmio

Reinaldo assina contratoO cineasta Reinaldo Volpato recebeu ontem, 29, o Prêmio Fomento ao Cinema Paulista da Secretaria do Estado da Cultura, pelo longa metragem Estranhas Cotoveladas, que agora entra em fase final de pré-produção e deve ter as filmagens realizadas nos próximos meses. Estranhas Cotoveladas foi um dos 13 filmes escolhidos para produção entre 107 projetos inscritos, após análise de uma comissão formada por

cineastas, críticos, estudiosos e professores da área do cinema. Os critérios adotados pela Secretaria do Estado da Cultura para escolha dos vencedores incluem interesse cultural e artístico do projeto, adequação do orçamento aos objetivos propostos, qualificação da empresa proponente, do diretor do projeto e dos demais profissionais envolvidos.

Reinaldo e Rodrigo Mathias SabespReinaldo Volpato afirmou ao diretor do Museu da Imagem do Som, André Sturm, onde foram assinados os termos de compromisso para recebimento do Prêmio, e ao diretor de marketing da Sabesp, Rodrigo Mathias, analista de gestão de Patrocínios da Sabesp e integrante da comissão de seleção, sua felicidade em poder trazer esse Prêmio para um projeto que beneficia a cultura do interior paulista. “O interior desse nosso Estado tem uma cultura rica e diversificada, uma economia dinâmica e meu filme vai colocar na tela do cinema o povo e as paisagens dessa região que responde por grande parte da riqueza de nosso PIB”, disse Volpato.
          
O Programa de Fomento ao Cinema Paulista é um dos mecanismos de incentivo à cultura mantidos pelo Governo de São Paulo. Estranhas Cotoveladas receberá pelo Prêmio um aporte de R$ 463.000,00, o que eleva para pouco mais de R$ 1.100.000,00 o total captado até o momento pelo filme, viabilizando sua produção. A verba da Secretaria do Estado da Cultura será alocada pela Sabesp, que se torna outro grande patrocinador do projeto, junto com um grupo de empresas que já destinou verbas ao filme, como a Usina São Manoel/Copersucar, Somafertil, Expresso Itamarati, Belmann Nutrição Animal e Refrigerantes Poty. O longa metragem conta também com compromisso de exibição da Cinematográfica Araujo, que detém mais de 120 salas de projeção.

O gigante adormecido da cuesta de botucatu           
O longa metragem vai ter como cenários as paisagens da cuesta de Botucatu e cidades como São José do Rio Preto, Botucatu, São Carlos, Catanduva, Sorocaba e Braúnas. O elenco principal já está definido e conta com os atores Domingos Meira, que fará o papel do usineiro Pedro Álvares, e Thiago Luciano, o agrônomo Tiê Paixão na trama. O papel feminino será interpretado pela atriz Maria Pinna, que acaba de sair da novela Malhação e deve viver a doutora Ella Trieste, que vai ser o pivô e motivo de disputa dos homens.

Compartilhar

Notícias relacionadas