Funcionárias de supermercado de Itaporanga são vítimas de furto, mas, PM prende um dos acusados

Por volta das 16h desta segunda-feira, 2, duas funcionárias do Supermercado Golveia seguiam à pé para um banco na Rua Dr. Felipe Vita, com um malote contendo R$ 32.300,00 e mais um cheque de R$ 4.00,00, para pagamento de duplicatas de fornecedores. Na altura do número 1278, foram surprendidas por dois indivíduos, que, depois de luta corporal acabaram tomando o malote das vítimas e fugindo em um veículo GM branco.

A Polícia Militar foi comunicada e com as informações precisas passadas, como placas do veículo AKM 7939 de Avaré , características dos elementos, um deles trajando camiseta amarela e outro moreno de barba rala e cavanhaque, imediatamente os PMs CB Tobias, Sds Maciel, Valdir e João Batista saíram ao encalço. Informações de populares deram conta que o veículo seguiu pela estrada vicinal em direção ao Bairro Santo Antonio e eles seguiram atrás.

As equipes de Taguai e Fartura foram avisadas e também entraram na ação. Já no município,  a equipe de Taguaí deparou com o veículo e ao tentar abordá-lo, dois indivíduos saíram do carro e empreenderam fuga por um cafezal, não sendo possível a captura O condutor tentou também evadir-se com o veículo pela estrada mas os PMs conseguiram detê-lo.  Trata-se do acusado Roosevelt dos Santos Bento, 32 anos, residente no Jardim Brasil de Itaí-SP, que foi apresentando ao delegado José Carlos Fernandes, que deu voz de prisão e o indiciou por furto qualificado. No veículo não foi encontrado o malote, que possivelmente tenha sido levado pelos dois que fugiram pelo cafezal.  

Roosevelt  aguarda para ser removido para uma das cadeias da região.

De acordo com os PMs, no momento da abordagem das vítimas os dois  que fugiram não usaram armas, mas quando saíram do carro e fugiram pelo cafezal, um deles estava armado.

As investigações continuam para localizar os fugitivos, prendê-los e para recuperar  a importância furtada.  

Compartilhar

Notícias relacionadas