Geraldo Alckmin participa da formatura de aspirantes a oficial da PM

O governador Geraldo Alckmin participou, neste sábado (15), da formatura de 132 aspirantes a oficial da Polícia Militar, na Academia do Barro Branco (APMBB). Os formandos concluíram o curso de bacharel em Ciências Policiais de Segurança e Ordem Pública.

A cerimônia foi marcada pela entrega da espada aos aspirantes a oficial. Dos 132 formandos, nove são do Amapá. Após a cerimônia, eles retornaram ao seu estado de origem.

“Quero desejar aqui dois parabéns. O primeiro pelo vestibular. Foram 10.300 inscritos para hoje termos a formatura de 132 novos aspirantes a profissionais. Talvez esse seja um dos vestibulares mais difíceis do Brasil. Depois, quero dar os parabéns por terminarem a Academia do Barro Branco. Essa é uma instituição de excelência, formadora de oficiais da policia militar, com reconhecimento internacional”, afirmou o governador.

Antes de se tornarem tenentes, os aspirantes a oficial passarão por estágio de cerca de um ano, acompanhando unidades de patrulha das regiões em que vão atuar.

“Parabenizo também a todos os paulistas. A Segurança Pública hoje se reforça com esses 132 aspirantes, que, se Deus quiser, serão, daqui 6 meses, 2º Tenente, e em mais um ano, 1º Tenente. O fluxo da carreira é muito importante para a valorização da Policia Militar”, finalizou Alckmin.

Formação

Os aspirantes prestaram concurso em 2011, que teve concorrência de 85,8 candidatos por vaga. Foi o primeiro concurso sem distinção de vagas entre homens e mulheres.

Na academia, os cadetes passaram por 5.460 horas/aula. A grade contou com disciplinas como Direito Civil, Penal, Constitucional, Polícia Comunitária, Inteligência Policial, Direitos Humanos, entre outras.

O Curso de Formação de Oficiais capacita os alunos para o comando e a gestão das atividades de polícia ostensiva, preservação da ordem pública, defesa civil e territorial. O curso inclui também estágio de observação de ações policiais.

Reforço

Desde 2011, foram contratados 14.665 policiais – 11.819 militares, 2.426 civis e 420 técnico-científicos. Ainda estão em andamento concursos públicos para o preenchimento de mais 9.517 vagas e contratação de 5 mil oficiais administrativos para a Polícia Militar.

Os processos vão selecionar 6.000 soldados, 220 alunos-oficiais da PM, 129 delegados, mais 1.384 investigadores, 788 escrivães, 89 atendentes de necrotério, 447 peritos, 140 médicos legistas, 120 fotógrafos técnico-periciais, 55 desenhistas técnico-periciais e 145 auxiliares de necropsia.
As contratações, que serão recordes para as polícias Civil e Militar, foram definidas no programa “SP Contra o Crime”, um conjunto de ações estratégicas na área da segurança pública, que visa reforçar o efetivo das polícias e reduzir os índices criminais.

Além dos concursos em andamento, outros 4.993 policiais civis e militares já estão em formação nas academias. (Da Assessoria de Imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo)

Compartilhar

Notícias relacionadas