Governador visitará HCFMB para assinatura de decreto que oficializa autarquização

Botucatu – Durante visita a Botucatu nesta sexta-feira, 21 de janeiro, o governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB) deverá passará pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu/Unesp (HCFMB).  Ele participará de cerimônia para assinatura do decreto regulamentar que tornará oficial a vinculação do hospital como autarquia da Secretaria de Estado da Saúde.


Alckmin estará na cidade para inauguração de uma agência do Poupatempo e aproveitará para visitar as obras do Parque Tecnológico, do novo Fórum e do Hospital Estadual de Botucatu, que será administrado pela FMB. Sua chegada a Botucatu está prevista para as 9h30 horas.

O ex-governador do Estado de São Paulo, Alberto Goldman, assinou dia 1º de julho a promulgação do decreto que transformou em autarquia o Hospital das Clínicas da FMB. Mesmo vinculado ao Governo Paulista, a unidade terá autonomia administrativa, financeira e patrimonial. Deverá estar vinculado à Secretaria de Estado da Saúde para fins administrativos e à FMB/Unesp para atividades de ensino, pesquisa e extensão. 

O médico e professor da Faculdade de Medicina de Botucatu/Unesp, Dr. Emílio Carlos Curcelli, eleito superintendente do HCFMB em 2009 foi nomeado, em 2010, pelo então governador Alberto Goldman, para permanecer no cargo. 

“Para 2011, queremos continuar o processo administrativo iniciado há dois anos quando assumi a superintendência. Outro ponto será dar uma estrutura administrativa capaz de fazer com que o hospital alcance outro patamar de organização, voltado principalmente à qualidade de assistência. Isso significa implantar no hospital programas de qualidade assistencial; ao mesmo tempo pretendemos investir em tecnologia”, afirma Curcelli. 

A autarquização, antigo anseio dos gestores da FMB e HCFMB, é vista como uma forma de proporcionar ao hospital um financiamento mais estável. 

Sobre o Hospital das Clínicas

O Hospital das Clínicas da FMB é referência para o Sistema Único de Saúde para uma região que abrange 2 milhões de pessoas. A unidade conta com 436 leitos, 52 vagas em Unidade de terapia Intensiva, 194 consultórios médicos e 31 salas especializadas. Realiza, em média, 2 milhões de exames, 600 mil consultas e 20 mil internações por ano. (Da ACI/HC/FMB/Unesp)
 

 

Compartilhar

Notícias relacionadas