Governo de SP atinge marca de 3 mil respiradores distribuídos; Hospital de Itaporanga recebeu 2 equipamentos

Na semana que passou, mais 167 respiradores foram destinados à Capital e cidades da Grande SP, litoral e interior; equipamentos permitem a ampliação de leitos de UTI para casos graves de COVID-19

O Governador João Doria anunciou na quarta-feira (22) a marca atingida pelo Governo do Estado de 3.011 respiradores distribuídos desde o início da pandemia. O total inclui mais 167 equipamentos distribuídos nesta semana para hospitais de 51 cidades localizadas em todo o Estado.

“Somando com as unidades que ainda estão sendo preparadas para entrega, temos ainda mais 500 unidades de respiradores, vamos para 3.511 respiradores em todo o Estado de SP. Um recorde para a proteção à vida e a melhoria do sistema de saúde pública no estado de SP”, destacou Doria.

Os ventiladores pulmonares possibilitam a abertura de novos leitos de UTI (Unidades de Terapia Intensiva), garantindo atendimento aos casos graves provocados pelo novo coronavírus.

“Inicio este período à frente da Secretaria de Estado da Saúde compartilhando este importante marco: 3 mil respiradores, que significam mais 3 mil leitos de UTI na rede pública para enfrentamento à pandemia de COVID-19, com o compromisso de que qualquer paciente que precisar de atendimento será assistido”, disse o Secretário de Estado da Saúde, Jean Carlo Gorinchteyn.

A remessa desta semana contempla serviços localizados em 14 Departamentos Regionais de Saúde (DRS). Para a Capital, serão destinados 20 respiradores, sendo: Hospital Estadual da Vila Alpina (3), Hospital Geral de Pedreira (4), Hospital Estadual de Sapopemba (3), Hospital Geral de do Grajaú (3), Hospital Geral Santa Marcelina de Itaim Paulista (3), Centro Hospitalar do Sistema Penitenciário São Paulo (1) e o Hospital de Campanha Barradas (3).

Na região da Grande SP, 12 cidades receberão os equipamentos: Hospital Geral de Carapicuíba (4), Hospital Regional de Cotia (3), Hospital Estadual de Diadema (3), Hospital Estadual de Francisco Morato (4), Hospital Estadual de Franco da Rocha (4), Hospital Geral de Guarulhos (3), Hospital Geral de Itapecerica da Serra (3), Hospital Geral de Itapevi (3), Hospital Geral de Itaquaquecetuba (3), Hospital das Clínicas de Mogi das Cruzes (3), Hospital Estadual Mario Covas de Santo André (4) e Hospital Geral Pirajussara de Taboão da Serra (4).

A região de Ribeirão Preto receberá 12 ventiladores pulmonares para fortalecimento da rede hospitalar. As UPAs Batatais, Brodowski e Serrana, o Hospital Estadual de Ribeirão Preto e a Santa Casa de Serrana recebem um ventilador cada. A Santa Casa de Pontal recebe 2 respiradores e o Hospital Santa Lydia, em Ribeirão Preto, recebe 5 ventiladores.

No Centro-Oeste Paulista, a área que abrange Bauru receberá 14 respiradores. As Santas Casas de Arealva e Dois Córregos recebem dois ventiladores cada. A Santa Casa de Lins recebe cinco equipamentos. O Hospital de Base de Bauru vai receber três ventiladores e o Hospital Nossa Senhora das Graças, em Itaporanga, recebe dois equipamentos. Na região de Marília, um respirador será encaminhado para a Santa Casa de Ipaussu.

Para a área de abrangência do DRS Piracicaba, vão 33 respiradores: Santa Casa de Leme (5), Sociedade Operária Humanitária Limeira (10), Hospital Regional de Piracicaba (3), Santa Casa de Pirassununga (4), Unidade Sentinela de Pirassununga (1), Fundação Municipal de Rio Claro (5) e Hospital Maternidade de Rio das Pedras (5).

As regiões de São José do Rio Preto e Taubaté totalizam quatro respiradores. Dois para o Hospital Estadual João Paulo II, em Rio Preto, e dois para o Hospital Regional do Vale do Paraíba, em Taubaté. Na área do DRS de Franca, a cidade homônima recebe 10 respiradores, todos para a Santa Casa.

Na Baixada Santista, o Hospital Regional de Itanhaém recebe mais dois respiradores. Em Araraquara, a região recebe sete ventiladores, todos destinados ao Hospital Estadual de Américo Brasiliense. Na região do Vale do Ribeira, três respiradores serão encaminhados ao Hospital Regional de Pariquera-Açu.

O Hospital Regional de Jundiaí (3) e o Hospital Estadual de Sumaré (3) recebem mais respiradores para dar suporte à assistência na região de Campinas. Na área de Presidente Prudente, são cinco respiradores: quatro para o Hospital Regional de Presidente Prudente e um para o Hospital Estadual de Rosana. E, por fim, a região de Sorocaba ganha mais nove equipamentos. São cinco para a Santa Casa de Tatui e quatro para o Conjunto Hospitalar de Sorocaba.

“Hoje entregamos mais 167 respiradores para várias regiões do Estado e, com isso, aumentamos a capacidade de leitos de UTI nos hospitais. Nenhuma pessoa ficou ou ficará sem atendimento em São Paulo”, afirmou Marco Vinholi, Secretário de Desenvolvimento Regional do Estado.

A distribuição é técnica e feita para locais com maior demanda de internações por COVID-19 e estrutura para novos leitos, permitindo ampliação da capacidade de atendimento da rede pública de saúde.

Para enfrentamento à pandemia, o estado de São Paulo dobrou o número de leitos de terapia intensiva no SUS, ultrapassando 8 mil leitos do tipo.

Assessoria de Imprensa
Secretaria Especial de Comunicação

Compartilhar

Notícias relacionadas

Se inscreva
Notificação de
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments