Governo de SP autoriza R$ 212 milhões para melhoria na SP 147 na região de Botucatu

Visita aos municípios de Bofete e Torre de Pedra teve ato de entrega de 120 casas e anúncios de novos investimentos na região

O Vice-Governador Rodrigo Garcia autorizou na sexta-feira (21), em Bofete, investimento de R$ 212 milhões para recuperação da SP 147 (Rodovia Lázaro Cordeiro de Campos) e liberou a retomada das obras de 43 unidades habitacionais pela CDHU. Em Torre de Pedra, ele entregou 120 casas e anunciou R$ 6,8 milhões para construir e ampliar unidades escolares em 11 municípios. Rodrigo Garcia também autorizou repasse de R$ 1,09 milhão para obras de infraestrutura urbana nas duas cidades.

“Quero falar da grande obra que é a requalificação completa do acesso de Bofete até a Castello Branco, a SP 147. Hoje estamos autorizando a licitação da obra, ela vai ser uma estrada completamente nova para que a gente tenha, efetivamente, o desenvolvimento dessa região ainda mais. A pavimentação dá segurança para quem anda na estrada e traz desenvolvimento. E o grande desafio que temos após a pandemia é gerar emprego, gerar renda”, destacou Rodrigo Garcia.

As melhorias serão realizadas em 30,2 quilômetros da SP 147. O DER (Departamento de Estradas de Rodagem) elabora agora o edital de licitação da obra e a previsão é que publicado até o início de março. O edital prevê os serviços de recuperação da pista, pavimentação dos acostamentos e outras melhorias ao longo da via.

Habitação

Em Torre de Pedra, Rodrigo Garcia entregou 120 casas equipadas com kit de eletrodomésticos (fogão, geladeira e micro-ondas) para famílias com renda de até 3 salários mínimos. O empreendimento é resultado de parceria entre o Governo de São Paulo e a Prefeitura local, que doou o terreno. A CDHU investiu R$ 11,1 milhões na obra.

Em Bofete, o Vice-Governador assinou autorização para retomada das obras de 43 unidades habitacionais do Programa Sub 50, do governo federal. As obras serão concluídas pela CDHU, que investirá R$ 3,8 milhões para terminar o empreendimento. As construções estavam paralisadas e foram retomadas com base no Programa de Desenvolvimento Urbano (PDU), da Casa Paulista, agência de fomento da Secretaria de Estado da Habitação.

Também foram entregues títulos de propriedade de imóveis regularizados pelo Programa Cidade Legal, em parceria com a Prefeitura de Bofete. Serão regularizados 148 lotes e 64 famílias receberam seus títulos de propriedade. A documentação restante será liberada pelo cartório nos próximos dias.

Educação

Em Torre de Pedra, o Vice-Governador anunciou investimento de R$ 6,8 milhões para obras em escolas estaduais e construção e ampliação de creches em 11 municípios da Diretoria de Ensino de Botucatu, por meio do Plano de Ações Integradas do Estado de São Paulo (Painsp).

Os municípios beneficiados são Anhembi, Areiópolis, Cesário Lange, Conchas, Itatinga, Laranjal Paulista, Pereiras, Porangaba, Pratânia, São Manoel e Torre de Pedra. Do total de investimentos, R$ 3,2 milhões serão destinados para construção de creche, R$ 2 milhões para ampliação de oito unidades e R$ 1,5 milhão para adequação da rede elétrica de seis escolas estaduais que serão climatizadas.

Na ocasião, também foram entregues 23 cartões do Bolsa do Povo Educação a 11 beneficiários em Bofete e 12 em Torre de Pedra. O programa tem como principal objetivo auxiliar as famílias a superar os desafios educacionais e financeiros provocados pela pandemia de Covid-19.

Convênios

Rodrigo Garcia autorizou a Secretaria de Desenvolvimento Regional a celebrar convênios no valor de R$ 1,09 milhão para obras de infraestrutura urbana nos dois municípios.

Bofete será contemplada com R$ 695 mil, no âmbito do Programa Nossa Rua, para pavimentação asfáltica de vias urbanas de terra. Pela proposta, cada cidade beneficiada investe valor equivalente ao repasse estadual.

Para Torre de Pedra foram autorizados R$ 400 mil para obras de infraestrutura urbana a serem indicadas pela Prefeitura. O Estado aguarda agora as Prefeituras encaminharem os projetos executivos para a formalização dos convênios e repasse dos recursos.

Compartilhar

Notícias relacionadas