HCFMB: Conscientização sobre saúde do homem é o foco da campanha Novembro Azul

No Brasil, a cada 36 minutos, morre um homem vítima de câncer de próstata. Após o término do Outubro Rosa, mês dedicado às ações de conscientização e prevenção contra o câncer de mama; a saúde do homem, a prevenção e a detecção precoce do câncer de próstata são os assuntos da vez do Novembro Azul.
O movimento surgiu em 1999 na Austrália, e ficou conhecido primeiramente como Movember (tendo, como referência, o termo “mustache”, que significa bigode em inglês). Por isso, o símbolo do Novembro Azul, celebrado no Brasil há cerca de cinco anos, é o bigode.

O mês de novembro foi escolhido para aproveitar a lembrança do próximo dia 17, o Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata, o segundo tipo mais encontrado no homem depois do câncer de pele não melanoma.

Em 2018, cerca de 70 mil novos casos de câncer de próstata foram detectados no Brasil. A cada 36 minutos, morre um homem vítima deste tipo de câncer no nosso país. De acordo com o médico urologista do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (HCFMB) e chefe do Departamento de Urologia da Faculdade de Medicina de Botucatu (FMB) Dr. João Luiz Amaro, essa doença pode levar a óbito na fase produtiva do homem, e tem que ser vista com muito cuidado.

“Existem três fatores que predispõem a manifestação do câncer: indivíduos de raça negra, hereditariedade e obesidade.
Tudo o que faz bem ao coração também beneficia a próstata: quando o indivíduo se alimenta bem, faz exercícios, não fuma e tem uma vida saudável, contribui para a prevenção não só do câncer, mas de outras doenças da próstata, como as hiperplasias benignas, por exemplo”, explica Dr. Amaro.

(De Vivian Abilio – Núcleo de Comunicação, Imprensa e Marketing do HCFMB)

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

avatar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Se inscreva  
Notificação de