Hospital de Botucatu: prefeito diz que se for preciso, desapropria para continuar funcionando

Na sexta-feira (18), a Câmara Municipal de Botucatu sediou Reunião Pública para discutir o futuro do Hospital Sorocabana, que tem enfrentado problemas financeiros em função de sua unidade em São Paulo. A problemática é relacionada ao fato de o Hospital Sorocabana ser vinculado à Associação Beneficente dos Hospitais Sorocabana, que, por sua vez, possui outra unidade de Saúde na Capital do Estado. Esta última, sim, acometida por sério de problemas financeiros.

Essa situação faz com que o Hospital de Botucatu esteja em situação de atenção em relação ao orçamento e dívidas, da mesma maneira que a unidade de São Paulo. Diante disso, a Rádio Municipalista AM solicitou as dependências da Câmara Municipal de Botucatu para realização de Reunião Pública com o objetivo de discutir o futuro da unidade de Saúde.

Diversas entidades do ramo da Saúde em Botucatu participaram do encontro, incluindo funcionários do Hospital que correm o risco de ficarem sem seus empregos.

Como resultado das discussões, o prefeito Municipal João Cury afirmou que, se for necessário, as instalações do Hospital serão desapropriadas e a unidade será mantida em funcionamento.

Segundo o presidente da Câmara Municipal de Botucatu, vereador Curumim (PSDB), o Legislativo também estará engajado nessa empreitada. “Não iremos deixar que o Hospital Sorocabana feche as portas. Estamos juntos nessa batalha e os vereadores botucatuenses, tenho certeza, farão tudo que estiver aos seus alcances”, finaliza o parlamentar. (Da  Assessoria de Imprensa/Câmara Municipal de Botucatu)

Compartilhar

Notícias relacionadas