Iriny Lopes fala sobre políticas para mulheres no Bom Dia Ministro

A ministra da Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM), Iriny Lopes, é a entrevistada do programa Bom Dia Ministro desta quinta-feira (26/5). Na pauta do programa, a Ministra vai falar sobre reforma política e representação feminina, o Plano Plurianual 2008-2011 e a 3a Conferência de Políticas para as Mulheres.

 
A entrevista é produzida e coordenada pela Secretaria de Imprensa da Presidência da República, e transmitida ao vivo pela TV NBR e via satélite, das 8h às 9h. 

Uma das principais frentes de luta pela conquista da igualdade entre mulheres e homens no Brasil está na representação política. Apesar de formar 51% do eleitorado do país, as mulheres ainda são minoria no Congresso Nacional, nas assembléias legislativas e câmaras de vereadores. De acordo com a União Interparlamentar, o Brasil ocupa o penúltimo lugar nas Américas na participação das mulheres no parlamento, ficando atrás apenas do Panamá.

Dos 513 deputados da Câmara dos Deputados, somente 44 são mulheres, o que corresponde a 8,6%. No Senado, são 13 mulheres de 81 representantes. Isso equivale a 16%. Dos 27 partidos que disputaram a última eleição, 22 conseguiram representação na Câmara Federal. Destes, oito partidos não elegeram nenhuma mulher. A eleição do ano passado, que levou uma mulher à Presidência da República, foi a primeira em que vigorou a lei de cotas, buscando garantir um mínimo de 30% de candidaturas femininas. 

Prevenção à violência – Durante o programa, a Ministra também deve abordar as políticas públicas desenvolvidas para as mulheres brasileiras. No Plano Plurianual 2008-2011, a política para as mulheres permeia todos os órgãos do governo federal, buscando garantir os direitos fundamentais estabelecidos na Constituição. Especificamente em relação aos programas orçamentários sob a responsabilidade direta da SPM, o PPA em vigor explicita os recursos e as metas físicas previstas para os seguintes programas: Prevenção e Enfrentamento da Violência contras as Mulheres, Programa Cidadania e Efetivação dos Direitos das Mulheres e Gestão da Transversalidade de Gênero nas Políticas Públicas.

Conferência – A Secretaria de Políticas para as Mulheres, em parceria com o Conselho Nacional dos Direitos da Mulher, é responsável ainda pela 3ª Conferência Nacional de Políticas para as Mulheres, que começa com as etapas municipais em 1º de julho e termina em Brasília, no período de 12 a 14 de dezembro, com a presença de mais de 3 mil mulheres. A 3ª Conferência tem o objetivo de discutir e elaborar políticas públicas voltadas à construção da igualdade, tendo como perspectiva o fortalecimento da autonomia econômica, cultural e política das mulheres, contribuindo para a erradicação da extrema pobreza e para o exercício da cidadania das mulheres no Brasil.

Participam do programa desta quinta-feira (26), com perguntas ao vivo, as rádios MEC 800 AM (Rio de Janeiro/RJ), Clube (Belém/PA), Bandeirantes (São Paulo/SP), Guarathan (Santa Maria/RS), Sociedade (Salvador/BA), América AM (Vitória/ES), Difusora Acreana (Rio Branco/AC), BandNews FM (Brasília/DF), 104 FM (Campo Grande/MS), Rio Mar (Manaus/AM), Globo AM (Governador Valadares/MG), Catedral (Juiz de Fora/MG), CBN Foz (Foz do Iguaçu/PR), Educadora 950 AM (Sobral/CE), Emissora Rural (Petrolina/PE).

O programa é transmitido ao vivo pela TV NBR e pode ser acompanhado por meio do link no site da Secretaria de Imprensa da Presidência da República  http://www.imprensa.planalto.gov.br/. Para as rádios, o sinal de transmissão é disponibilizado pelo mesmo canal da "Voz do Brasil". Após o programa, o áudio da entrevista estará disponível no site da Secretaria de Imprensa da Presidência da República.
 

 

Compartilhar

Notícias relacionadas