Itapetininga: morre a criança de 3 anos picada por escorpião; Prefeitura lamenta e recomenda à população os cuidados para evitar surgimento de animais peçonhentos

A Prefeitura de Itapetininga lamenta a fatalidade do acidente, que aconteceu dentro de uma residência na cidade, onde uma criança de 3 anos foi picada por um escorpião e que morreu nesta sexta-feira (04), em Sorocaba e se solidariza com a família.

A Prefeitura esclarece que em relação a áreas particulares como quintais, terrenos sujos e imóveis abandonados, os Setores de Fiscalização de Posturas e de Controle de Zoonoses realizam visitas e notificam o proprietário a realizar a limpeza ou manutenção necessária no local para se evitar a proliferação de animais peçonhentos e vetores de doença. A multa é de R$ 1.554,72.

Para denunciar, as pessoas podem denunciar descarte de lixo irregular em áreas particulares ou públicas, enviando pelo #itapemelhor, via whatsapp (15) 99815.4635. Basta registrar foto e enviar o endereço do local.

Equipes volantes do Departamento de Fiscalização de Posturas realizam periodicamente a fiscalização com relação ao depósito irregular de materiais e limpeza dos locais.

É importante que todos tenham a consciência de jogar “Lixo no Lixo”.

CUIDADOS PARA EVITAR ANIMAIS PEÇONHENTOS E INSETOS

Seguem abaixo algumas recomendações para controle e prevenção de acidentes com escorpiões, cobras e aranhas:

• Inspeção nas residências e arredores.
• Organização e limpeza das áreas.
• Manter limpos quintais, jardins e terrenos baldios.
• Evitar o acúmulo de entulho, lixo doméstico;
• Aparar a grama dos jardins e recolher as folhas caídas;
• Evitar folhagens densas (plantas ornamentais, trepadeiras, arbustos, bananeiras e outras) junto à paredes e muros de construções;
• Vedar soleiras de portas com saquinhos de areia ou friso de borracha, principalmente à noite, pois esses animais possuem hábitos noturnos;
• Colocar telas nas janelas, vedar ralos de pia, tanque e de chão com tela;
• Colocar o lixo em sacos plásticos, que devem ser mantidos fechados para evitar o aparecimento de baratas, moscas e outros insetos, que são o alimento predileto de aranhas e escorpiões;
• Examinar roupas, calçados, toalhas e roupas de cama antes de usá-las e não pendurá-las nas paredes;
• Andar sempre calçado e usar luvas de raspa de couro ao trabalhar com material de construção, lenha, etc.
• Não colocar a mão em buracos sob pedras e em troncos podres. Também é muito comum a presença de escorpiões em dormentes da linha férrea;
• Combater a proliferação de insetos que servem de alimentos para esses animais, e quando possível realizar periodicamente a desinsetização da residência (empresas licenciadas junto à Vigilância Sanitária);
• Vedar frestas e buracos em assoalhos, rodapés, paredes, muros e vãos entre o forro e as paredes;
• Limpar o domicílio, observando atrás de móveis, cortinas e quadros.
• Afastar as camas e berços das paredes e evitar que roupas de cama e mosquiteiros encostem no chão;
• Preservar os predadores dessas espécies – aves de hábitos noturnos como coruja, joão-bobo, lagartos, lagartixas, sapos, galinhas, gansos macacos, quatis, etc…(zona rural);
• Para evitar aranhas e escorpiões, o uso periódico de inseticidas não é a melhor solução. Além do alto custo, a aplicação desses produtos tem efeito apenas temporário e pode provocar intoxicações em seres humanos e animais domésticos. O ideal é remover o material acumulado que servem de abrigo para os escorpiões e aranhas.

É importante que todos tenham a consciência de jogar “Lixo no Lixo”.
(Da Assessoria de Imprensa da Prefeitura)

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

avatar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Se inscreva  
Notificação de