Itaporanga conquista curso gratuito de informática básica

A Prefeitura Municipal de Itaporanga informou nesta sexta-feira, a conquista de mais um curso gratuito para população. Desta vez se trata de Informática Básica, através do programa Via Rápida Emprego.  O prefeito Zé do Nute, mais uma vez comemora a conquista de cursos,  “temos certeza que através da capacitação

 das pessoas será possível prepará-las para entrar no mercado de trabalho. É uma oportunidade que estamos oferecendo gratuitamente a nossa população”, explica o prefeito.

O Via Rápida Emprego é um programa do Governo do Estado de São Paulo, coordenado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, que oferece cursos básicos de qualificação profissional de acordo com as demandas regionais. O objetivo é capacitar gratuitamente a população que está em busca de uma oportunidade no mercado de trabalho ou que deseja ter seu próprio negócio.
 
 

Podem participar do programa pessoas maiores de 16 anos, alfabetizadas e que residam no Estado de São Paulo. Será dada prioridade para candidatos que estejam desempregados, jovens matriculados no ensino médio nas escolas públicas estaduais, idosos, pessoas com deficiência, beneficiários dos programas estaduais de transferência de renda Ação Jovem e Renda Cidadã, reeducando em regime semiaberto e egressos do sistema penitenciário. 

Os interessados deverão se inscrever junto ao posto do Acessa São Paulo, que funciona junto ao Centro de Atendimento Municipal (Secretaria da Educação), na rua Dr. Felipe Vita, 1250.

Os benefícios do programa para os alunos são:

a)   Bolsa auxílio de R$ 210,00 (3 PARCELAS) que serão de responsabilidade da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia – para aqueles que não estejam recebendo o seguro desemprego e nenhum tipo de benefício da previdência;
b)   subsídio transporte para locomoção dentro do município;
c)   lanche no intervalo das aulas.
 
É pré-riquisito para participar do programa:
a)      Estar desempregado e ser maior de 16 anos.
 
Serão priorizados aqueles:
 I – com idade superior a 30 anos;
 II – menor escolaridade;
 III – mulheres arrimo de família;
 IV – com maior vulnerabilidade social.
 

 

Compartilhar

Notícias relacionadas