Itaporanga: Fisioterapeuta morre em acidente rodoviário no trevo do Santo Antonio, no Rio Verde

De acordo com registro policial, por volta das 18h40 desta segunda-feira, 22, o empresário itaporanguense  Edilson Aparecido Gonzaga, 48 anos, conduzindo sua Hilux,  retornava de Taquarituba pela Rodovia Jurandir Ciciliano (SP 255) junto com a esposa, a fisioterapeuta Cintia Perli Gomes Gonzaga, 36 anos, que trazia no colo a filhinha MPG, de 9 meses. Já quase chegando a Itaporanga, no Bairro Rio Verde, na altura do trevo de acesso ao Bairro Santo Antonio, Edilson acabou batendo na trazeira, lado direito do VW Gol, que era

 dirigido pelo agricultor João Batista Rabelo, de 63 anos, que contornava o trevo para acessar a via em direção ao Bairro Santo Antonio. 


Com o impacto, os três da Hilux tiveram ferimentos: mãe e filha foram lançadas para fora do veículo que tombou. Edilson teve um braço e 7 costelas fraturadas. O condutor do Gol nada sofreu. Socorridos no Hospital e Maternidade Nossa Senhora das Graças, a dra. Cintia, devido às fraturas principalmente na cabeça, não resistiu e faleceu ontem,23. O bebê foi encaminhado para o HC da FMB/Unesp de Botucatu, onde, de acordo com informações se encontra fora de risco de morte. 

O corpo da Cintia foi transladado às 14h de ontem, 23, para Itaberá, sua cidade natal, onde foi sepultada. 

Uma equipe do IC – Instituto de Criminalística de Avaré esteve no local do acidente para coletar dados e informações para elaboração de laudo, que deverá ser concluído em breve. 

Fora das informações oficiais, fala-se que Edilson ainda teria tentado desviar do Gol para evitar a colisão.
Compartilhar

Notícias relacionadas