Itaporanga: Polícia prende autor do roubo de carro do palestrante ocorrido ontem em frente ao Rotary

Roubo_Saveiro1Duas horas depois a vítima já estava com o carro de volta – Em menos de 24 horas, graças aos trabalhos e persistência de policiais civis e militares de Itaporanga, Riversul e Itararé, o caso do roubo de uma VW/Saveiro branca modelo novo(placas de Ponta Grossa-PR), na Felipe Vita, em frente ao Rotary Club de Itaporanga, foi esclarecido e o autor preso. Trata-se do

acusado M.A.S, 38 anos, natural de Itaporanga, mas residindo em Itararé. Segundo a polícia, ele já tinha passagens e esteve preso na Penitenciária de Sorocaba, cumprindo pena por homicídio e roubo.

O fato ocorreu pouco antes das 21h de ontem, 12, quando o dono do veículo – que é de Castro-PR –  e veio a Itaporanga-SP  ministrar uma palestra, ainda se encontrava no salão no Rotary. Sua esposa o aguardava no interior do veículo quando M.A.S. armado com revólver a rendeu, tomou as chaves e fugiu só com o veículo em direção a Itararé.

Comunicados às policias Civil e Militar saíram a campo e fecharam o cerco. Percebendo que não teria chance de prosseguir até Itararé com o veículo, o ladrão foi até às imediações da usina de álcool de Riversul, abandonou o veículo na margem da rodovia  e se embrenhou na meio do mato.

O veículo foi trazido para a Delegacia de Polícia de Itaporanga e já por volta das 23h de ontem mesmo, o carro estava em poder do proprietário, que estava apressado, querendo ir embora o mais rápido possível, e a princípio, mal queria prestar as informações necessárias para o devido registro do Boletim de Ocorrência. “Tudo bem! Então, muito obrigado. Agora que o seu veículo já voltou às suas mãos, o senhor sequer agradeceu a polícia e ainda não quer colaborar prestando as informações para finalizarmos o registro. Caso não tivéssemos recuperado o veículo o senhor ainda estaria aqui, e depois sairia criticando o trabalho da polícia”, teria dito um policial civil  ao proprietário que já estava dentro do veículo.

Após essa observação, a vítima saiu do carro e voltou para dentro da Delegacia, desta vez sem a pressa e com a humildade necessária, prestou o restante das informações que o escrivão precisava.

Mas o trabalho policial continuo durante a noite toda para prender o ladrão. PMs de Itaporanga e Riversul permaneceram nas imediações, e os policiais civis também voltaram e adentraram a mata. A certa altura, ouviram o ladrão telefonar do meio da mata para um taxista de Itararé, explicando a situação e pedindo que viesse busca-lo. O taxista teria terceirizado o serviço para um moto-taxista buscar um passageiro no trevo da usina de Riversul. Combinou que, ao se aproximar da usina, este teria de piscar o farol, para o passageiro saber que era a moto que veio busca-lo. E assim fez o moto-taxista, que naquela altura nem sabia que se tratava de pegar um passageiro que estava fugindo da polícia.

As policiais esconderam as viaturas, mas, como era noite, e com desencontro de informações quem acabou preso inicialmente foi moto-taxista e o ladrão continuou no mato, observando tudo. Algum tempo depois ele(ladrão) ligou para os PMs liberarem o moto-taxista porque ele não tinha nada a ver com o caso.

Porém, ele concordou em dizer à polícia qual taxista o tinha contratado. Os policias, que praticamente vararam a noite até por volta das 04h da manhã deste sábado no meio da mata, foram até Itararé para obter mais informações sobre o ladrão. Em vão, pois, o taxista disse saber muito pouco sobre aquele passageiro(ladrão).

Durante o dia, um dos investigadores quando voltava para Itararé notou um elemento com as características descritas perto de um banhado do Bairro Cerrado, município de Itararé. Tocou à diante como se não tivesse observado nada e em seguida solicitou apoio da Polícia Militar de Itararé, que veio rápido para o local e prendeu o ladrão que antes, ao perceber a chegada deles, tentou fugir entrando no meio do banhado e jogando a arma, que não foi encontrada.

Trazido para Itaporanga, o delegado Dr. Georges Zedan Cheha, da cidade Manduri, viajou 140 quilômetros a Itaporanga para ouvir e indiciar o acusado. O delegado Dr. José Carlos Fernandes, titular da Delegacia de Itaporanga está de férias. Zedan Cheha parabenizou as polícias Civil e Militar pelo empenho e perseverança que resultaram na prisão do acusado, que após ouvido e indiciado foi transferido por volta das 21h deste sábado para a Cadeia Pública de Sarutaiá, onde aguardará vaga no CDP de Cerqueira César-SP.
O moto-taxista foi liberado e sua moto também será liberada na segunda-feira. 

Segundo a policia, com a prisão desse elemento outros furtos de carros ocorrido em Itaporanga, principalmente os três na Festa, possam ser esclarecidos, pois um dos veículos recuperados foi encontrado em Itararé e outro em São José da Boa Vista-PR, que faz divisa com Riversul e é próximo de Itararé.

Compartilhar

Notícias relacionadas