Itararé: vereadora diz que as últimas administrações foram as piores desgraças para o município

Vereadora Cristina Ghizi_PT_Itarare_SPO clima de disputa política já começou quente em Itararé nesta segunda-feira, 21, com um pronunciamento pesado, porém verdadeiro da vereadora Cristina Ghizzi. Em vídeo postado no seu blog, sobre seu pronunciamento na Palavra Livre da tribuna da Câmara, ela, que vem sendo apontada como forte candidata a prefeita de Itararé-SP, disse que últimas administrações, 

 principalmente  – 8 anos de João Fadel(falecido) e a do atual César Perúcio – foram as piores desgraças para o município.

E relaciona vários erros, como: o “enterramento” da Santa Casa,  os esqueletos de obras inacabadas, a péssima qualidade da merenda e material escolar, e vários outros fatos dessas administrações que se tornaram notícias negativas na mídia da região. E ela alerta para o grande risco do continuísmo: “A memória é para ser consultada”, numa clara indicação para a população analisar esses fatos nas eleições de outubro.

Com 48.066 habitantes e com uma excelente faculdade que há mais de 30 anos vem servindo a região e formando  profissionais que se tornam destaques em várias áreas, Itararé, porém, amarga o péssimo IDH de 0, 732 , estando no Grupo 5, ou seja, entre os municípios mais desfavorecidos do estado tanto em riqueza como nos indicadores sociais.

Nos últimos tempos o Itaponews sempre publicou material de interesse público produzido pela assessoria de imprensa da atual administração e em todos os casos polêmicos recentes, como o afastamento do prefeito César Perúcio determinado pela Justiça e a decisão do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo mantendo a indisponibilidade de seus bens, procurou ouví-lo, porém, sem respostas e com cancelamento de uma  entrevista.

Mas ultimamente a assessoria parou até de enviar as notícias que seriam de interesse da administração. Desta vez, sobre este pronunciamento da vereadora o Itaponews, baseado nas negativas anteriores, não procurou-a. Contudo, o espaço está aberto caso queira manifestar.

Assista a íntegra desse pronunciamento da vereadora 

Compartilhar

Notícias relacionadas