Meio Ambiente: caminhão novo dará suporte à coleta seletiva em Coronel Macedo

Prefeito Edivaldo com secretários e vereadores Marcão

(Do jornal Sudoeste Paulista) – O prefeito Edivaldo Neres de Meira, de Coronel Macedo, recebeu as chaves do novo caminhão destinado à municipalidade, um Ford Cargo 1119. O veículo foi entregue pela Concessionária da Ford Konrad Caminhões, empresa vencedora da licitação e atenderá a Secretaria do Meio Ambiente.

Segundo informações do prefeito Edivaldo, desta forma, será intensificada a coleta de material reciclável no município. O veículo custou R$ 150 mil, que foram conquistados por Edivaldo junto ao Fecop (Fundo Estadual de Prevenção e Controle da Poluição), órgão da Secretaria Estadual do Meio Ambiente.

COMEMORAÇÃO – A entrega das chaves pelo gerente Bene, da Konrad Caminhões Bene, foi efetuada na segunda-feira, 27, ao prefeito Edivaldo, que estava acompanhado pelo secretário do Meio Ambiente, Vilson Leonel. Sua chegada à Coronel foi amplamente comemorada. “A coleta de materiais recicláveis será realizada de forma adequada e o beneficio será de toda a população”, avisou o prefeito Edivaldo.

BENEFÍCIOS – Os catadores de materiais recicláveis de Coronel Macedo fundaram a “Reciclando o Futuro CM” – Cooperativa de Trabalho dos Catadores e Catadoras de Materiais Recicláveis de Coronel Macedo, que tem o apoio da Prefeitura, do Centro de Estudos e Apoio ao Desenvolvimento, Emprego e Cidadania (Ceadec) e da Rede Solidária Cata-Vida. Com a implantação da coleta de forma adequada, existirá a contribuição para a economia dos recursos naturais, com a diminuição do volume de resíduos encaminhados ao aterro sanitário e com a melhoria da qualidade de vida da população. Além desses benefícios, possibilitará uma alternativa de emprego e renda para desempregados e catadores individuais. Por meio de convênio celebrado entre o Ceadec e a Secretaria Nacional de Economia Solidária (Senaes) do Ministério do Trabalho e Emprego.

REDE SOLIDÁRIA – A Rede Solidária Cata-Vida, existe desde 2001 e atualmente é integrada por 380 catadores de materiais recicláveis organizados em cooperativas atuantes nos municípios de Sorocaba, Capão Bonito, Itararé, Itapetininga, Guapiara, Pilar do Sul, São Miguel Arcanjo, Piedade, Salto de Pirapora, Itapeva, Riversul, Campina do Monte Alegre, Boituva, Ribeirão Branco, Ribeirão Grande, Araçoiaba da Serra, Fartura, Taguaí, Itaberá e Coronel Macedo. Hoje, os catadores organizados em cooperativas que integram a Rede Solidária Cata-Vida dominam o ciclo da cadeia produtiva da reciclagem do óleo residual de fritura e dos polímeros PP e PE, sendo protagonistas de todo o processo, começando pela coleta dos materiais, a triagem, passando pelo armazenamento, o beneficiamento, o transporte, até a comercialização da matéria prima.

Compartilhar

Notícias relacionadas