Mesários recebem treinamento para as eleições gerais de 2018

A 56ª Zona Eleitoral ministrou nos dias 22 e 29 de setembro o treinamento presencial de 183 mesários e pessoal do apoio logístico convocados para trabalhar nas eleições gerais de 2018. O treinamento foi dividido em duas turmas, a 1ª turma foi composta pelos convocados de Barão de Antonina e Riversul, que receberam o treinamento no dia 22 de setembro e a 2ª turma foi composta pelos convocados de Itaporanga, que realizaram o treinamento no último sábado dia 29 de setembro.

Alguns mesários realizaram o treinamento à distância pela internet no site do Tribunal Superior Eleitoral, mas tiveram direito da mesma forma aos dois dias de folga.

O evento ocorreu no Salão do Júri do Fórum da Comarca de Itaporanga, os mesários receberam instruções sobre a estrutura de uma seção eleitoral, o funcionamento da urna eletrônica e a importância deste trabalho no processo democrático.

O instrutor do treinamento foi o chefe do cartório eleitoral, Abdon Cosme de Araújo Neto, com auxílio dos servidores: Gabriel Herrera, analista Judiciário, Norivaldo Alexandre de Carvalho Ozorio, Mateus Cassiano de Castilho, Danilo Couto Siqueira, Assistentes de Eleição contratados e a estagiária Michela Maria de Oliveira. A servidora Geralda Carmen Francisco preparou o café da manhã dos mesários e a servidora Maria Leila Lúcio não participou do treinamento porque estava de plantão no cartório eleitoral.

Neste ano a seção eleitoral é composta por quatro membros. O serviço é obrigatório e dá direito a auxílio-alimentação e a dois dias de folga para cada dia trabalhado ou à disposição da Justiça Eleitoral, os mesários voluntários têm preferência para trabalhar.

A convocação dos cidadãos contribui para a transparência do processo e possibilita o funcionamento das seções eleitorais em todo o país. Cabe aos mesários identificar os eleitores no momento da votação e resolver as dificuldades ou dúvidas que ocorrerem.

Os mesários também são responsáveis pela emissão da zerésima, antes do início da votação, pela conferência das credenciais dos fiscais dos partidos políticos, pela emissão do boletim de urna e ao término, pela entrega das mídias de resultados à Justiça Eleitoral.

Para finalizar é importante ressaltar que a biometria para os municípios de Barão de Antonina, Itaporanga e Riversul não é obrigatória, dessa forma mesmo os eleitores que não fizeram a biometria podem votar normalmente nesta eleição, já que não houve cancelamento de títulos desses eleitores. (Do Cartório Eleitoral)

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

avatar

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

  Se inscreva  
Notificação de