Mosteiro de Itaporanga passar por obras de adequações visando os idosos da casa

Abadia Nossa Senhora de Santa Cruz, Itaporanga-SPDepois de aproximadamente 68 anos, o Mosteiro Nossa Senhora de Santa Cruz – Ordem Cisterciense – Itaporanga-SP recebe obras de adequações (para ficar igual à planta original), visando oferecer melhores condições de atendimento aos idosos da casa. A história do Mosteiro de Itaporanga teve início em 05 de agosto de 1936, com um grupo de monges, vindos da Abadia de Himmerod, no Estado da Renânia-Palatinado, Alemanha, que buscava refúgio para o resto daquela comunidade, que estava ameaçada pela hostilidade do regime nazista.

 A vinda desses religiosos a Itaporanga, que na época contava apenas com cerca de 800 moradias, gerou um impacto altamente positivo em termos de desenvolvimento econômico e evolução social da população, que desenvolvia uma agricultura simples, apenas para subsistência.  Após a chegada os monges deram exemplo de trabalho, religiosidade e cooperativismo aos itaporanguenses.

Disseminaram as tecnologias agropecuárias desenvolvidas na Europa. Construíram uma Olaria(mosteirinho) e logo iniciaram a construção do Mosteiro São José(Mosteirinho) e da primeira ala do Mosteiro, que foi concluída por volta de 1941, cinco anos após a chegada. Para essas obras, os religiosos contaram com a colaboração da população, que se organizava em mutirões: cada dia da semana, voluntários de cada bairro da zona rural e da cidade trabalhavam nas obras. Até ficar pronta essa primeira ala, os monges permaneceram em uma casa alugada na Rua 15 de Novembro esquina com a Rua São João.

Nove anos depois, em 1950, o Mosteiro foi elevado à Abadia. Logo depois foi iniciada e concluída a Igreja Abacial de São João Batista, formando um conjunto arquitetônico de rara beleza, que tornou-se cartão postal da cidade e orgulho dos itaporanguenses.

Vista aérea

Agora, 68 anos depois, o atual abade Dom Luis Alberto Ruas Santos deu início a uma série de procedimentos, como a realização de obras de transformação. Com recursos de doações do povo, os serviços foram iniciados em abril deste ano e seguem de acordo com as arrecadações. Porém, o orçamento ainda não é suficientes e D. Luis diz que donativos serão bem-vindos para tudo que tudo seja concluído até o final deste ano. Em entrevista ao Itaponews, D.Luis falou sobre essa obra:

Obra de construção do novo refeitório
Obra de construção do refeitório

Abade Dom Luis Alberto Ruas Santos"O relativamente alto número de idosos em nossa comunidade e o prolongamento da velhice em nossos dias, exigindo cuidados especiais de enfermagem, criou para nós a necessidade mais ou menos premente, de ter instalações adequadas, isto é, quartos, sala de enfermagem, quarto para enfermeiro etc. tudo isso deveria ser abrigado no térreo do Mosteiro e com fácil acesso para o exterior, o que, nas atuais condições da casa, era impossível.

Assim, decidimos transformar o refeitório atual em enfermaria e construir um novo refeitório, aliás, de acordo com a planta original do Mosteiro. Com a ajuda de benfeitores, conseguimos iniciar as obras do novo refeitório em abril, conforme a planta elaborada por um arquiteto amigo da casa, que já havia trabalhado em planos para a expansão do nosso claustro. Tão logo seja inaugurado o novo refeitório, em meados deste mês, terão início as obras de transformação do antigo refeitório em enfermaria, três enfermarias, com os respectivos anexos.

Esperamos que os trabalhos estejam concluídos até o fim do ano. É preciso acrescentar que o novo refeitório, para poder "entrar" harmonicamente no conjunto arquitetônico original do claustro, exigirá, também, outra obras secundárias, com um banheiro comunitário e um corredor no segundo pavimento de sua parte frontal.

Nosso orçamento ainda não está inteiramente fechado, por isso, seriam bem-vindos donativos para que todo o conjunto seja terminado”, explicou o Abade. 

Para donativos os benfeitores que puderem colaborar poderão depositar em nome da Associação Brasileira dos Cistercienses, agência 2.177-6 – Banco do Brasil – conta 10.154-0. 
                                                                 Comunicar erros
 

Compartilhar

Notícias relacionadas